Just In
Community
Forum
V
More
for SPN MiB Vento no Litoral

2/28/2010 c1 15Liafrombrazil
Azar o meu que sou tão relapsa, perco tanta coisa! Que bom que não perdi sua fic de estreia de Supernatural. Vamos lá. Em primeiro lugar Legião Urbana pode não ser MPB, mas é música brasileira da melhor qualidade. E Vento no Litoral é excelente, parabéns pela escolha. Em segundo lugar, você pegou um momento muito difícil da série. Por mais que a gente fale sobre os sentimentos do Sam ao perder o irmão, muito mais encontramos para falar. Adorei seus pontos de vista. Verdade, ADOREI. Minha parte preferida? "E quando esse dia chegar, ele estará pronto". AMEI a descrição dos sentimentos de vingança e o ódio no coração de Sam. Você foi falando de toda a dor, do desespero, do sentimento de culpa que ele carrega e chegou à ira, à necessidade de vingança, que foi o que levou nosso bebê a cometer tantas besteiras. Você realmente viu a alma do rapaz e a descreveu muitíssimo bem. Parabéns mil vezes! Você tem talento, garota!

Finalmente, obrigada de todo coração pela menção do meu nome ao lado da Empty e da Crica. Que privilégio! Você não imagina como fiquei feliz com suas palavras!

Beijos e obrigada!
2/28/2010 c1 30Marcia Litman
Hey, garots. Parabéns por ter tomado coragem e publicado essa fic. A gente que já tá nessa há algum tempo sabe que esse começo é sempre o mais difícil. Mas relaxa, que logo vc será ficwriter compulsiva como todas nós, huahuahua.

E começou com o pé direito, hein? Texto primoroso, cheio de emoções e sentimentos. Totalmente tocante. Uma bela aquisição para o nosso desafio.

Com relação à música, tá totalmente dentro. Valia qualquer mpusica brasileira. E vc teve um gosto impar. Legião é demais \m/

Agradeço muito por ter participado de nosso desafio. E espero ver muito mais de suas fics daqui pra frente.

Bjokas! =*
2/28/2010 c1 43Crica
Rose, amore.

Fiquei duplamente emocionada. Primeiro pela dedicatória, que eu sinceramente não tenho como agradecer as palavras doces e toda a atenção que vc senpre dedicou ao meu trabalho. E depois pelo conjunto da sua obra. Vamos por partes:

Eu vi o Legião Urbana nascer e crescer. Eles embalaram a minha adolescência (por favor, não faça as contas!)e desde sempre, suas canções foram poesia pura, falando da vida e do coração. Excelente escolha de repertório, flor.

Esse momento Sam depois de Dean já rendeu excelentes textos, mas nem por issi o seu tem menor valor.Muito pelo contrário, depois de tanto tempo, vc nos trouxe a emoção e a intensidade dos sentimentos do Sammy pela perda do irmão. Foi lindo vê-lo concluir o motivo pelo qual Dean havia vendido sua alma por ele. Há coisas que só entendemos completamente quando as vivemos na carne.

Todo o seu texto segue um ritmo delicioso - sim, ritmo, porque a escrita tem que tem um ritmo próprio - onde suas palavras parecem dançar com as ondas do mar e com o vai-e-vem da brisa.

As imagens que vc descreveu, alcançaram meus olhos com uma nitidez incrível, fazendo meu coração andar pela areia úmida ao lado de Sam, sentir toda a sua dor e me deixar molhar pela espuma das ondas. A água limpa e liberta, não é?

Enfim, com este texto, vc acabou de galgar mais um degrau na sua vida de leitora. Tive um professor lusitano de Língua Portuguesa que sempre dizia que dentro de um bom leitor, vive um escritor em potencial, bastando deixá-lo sair. E vc é a prova viva disso.

Escreva mais. Deixe-nos saber o que vai no seu coração através de suas mãos. Não se acanhe. Não tenha medo porque vc já sabe muito bem o que faz.

Parabéns pela iniciativa, pela coragem e pela competência.

Um beijo enorme, agradecido e emocionado no seu coraçãozinho.
2/28/2010 c1 26mizanovel
Além de ter escolhido uma música muito linda e sensível, para compor sua fic sobre um momento dificil de Sam, eu fiquei imaginando. Na série a gente quase nunca os vê perto do litoral, certo (eu pelo menos não vi)? Sempre imaginei uma cena ou episódio assim, e sua opção foi muito legal. Aliás, está muito bem escrito.

parabéns!
2/28/2010 c1 8Graziele Kiyamada
não sou a melhor critica que conheço, porém sem reconhecer quando uma fic me faz fica sem palavras e por meu teclado querido que sempre me acompanha, sua fic ficou divina eu até deixei de achar que o samy era um cachorro na quarta temporada (só um pouquinho, eu já voltei a aachar ^^)

meus sinceros parabéns, ficou muito boa mesmo

um enorme beijo
2/27/2010 c1 Evelyn Postali
Que bom que decidiu de última hora participar do desafio. Se ficou boa? Ficou muito mais do que boa! Sinceramente. Sua primeira fic está excelente. E se quiser mesmo saber, deve orgulhar-se de seu texto. Muito. Porque é um texto carregado de angústia e verdade, porque é assim que Sam deve ter se sentido quando carregou o corpo do irmão e o enterrou. Você descreveu tudo com perfeição. E é pela qualidade do texto que sentimos as emoções que os personagens viveram. Porque ninguém realmente se deteve nesse momento tão sofrido de Sam. Sam passou um ano tentando reverter tudo, sem conseguir. E no final, teve que aceitar a morte como resultado final para seu irmão. E ele o amava, e ama, com certeza.

Você arrecadou uma fã. Gostei do jeito como retratou toda a dor de Sam com palavras sensíveis e caprichosas. Sua forma de escrita é ótima. E sem beta? Bem, está totalmente aprovada, se é que essa humilde leitora, aqui, pode ter importância na qualificação de sua escrita. Além disso, você estruturou o texto muito bem. Gosto dessa coisa de intercalar pensamentos entre a narração/descrição/fato.

E, bem, Legião Urbana... Você tem dúvida se ela é MPB? Cara... Legião Urbana fez poesia. É poesia! Suas canções são e sempre serão uma parte especial da nossa música. Não se faz mais música como se deveria, eu até arrisco dizer. Porque hoje, com essa coisa de funk, que alguns entendem por música, nossa música popular brasileira reduziu-se a peitos e bundas, sobe e desce, entra e sai, põe e tira. Nossas canções mais ricas são esquecidas e não são tocadas. E as pessoas vão se acostumando com algo que, nem de longe, pode ser música. Você pode até discordar de mim, vou assumir essa culpa. Ok?

Seu objetivo, que era “...mostrar a dor do Sam após a morte do irmão e a forma como ele decidiu endurecer e vingá-lo, se tornar mais forte...” foi plenamente atingido. Posso garantir. É um texto emocionante. Sofrido. Cara... É um texto que nos faz querer pegar o Sam no colo, embalar, confortar. Porque fala de sua solidão. Você usou umas palavras que fazem nosso peito doer. Me senti aflita por ele. Me senti desolada por ele. Senti sua dor. Seu pesar. Senti o mundo desabar. Você conseguiu, sim, passar tudo isso e muito mais.

E, bem... estar entre a Lia e a Crica me deixou mais do que feliz. Me deixou orgulhosa e muito! Você me emocionou, não só por isso, mas por me fazer sentir orgulho das minhas ações. Perder horas na frente do computador é sempre um prazer para mim, quando penso em pessoas especiais como você. Você que sempre deixa reviews coerentes e sinceras, sempre avaliando o texto de uma forma especial. São pessoas como você, Rosetta, que me fazem escrever ainda. Vai ser sempre, sempre, muito prazer escrever textos que possam lhe emocionar. Mas, aqui, tenho que repetir: você também me emocionou com esse texto. E muito.

Eu venho escrevendo textos onde o Sam tem se mostrado o personagem principal. Por quê? Porque ele tem se mostrado diferente. Ele tem mostrado que aprendeu muito com o sofrimento, com a culpa, com a perda. Ele tem mostrado que refletiu sobre seus atos e sobre o que o impulsiona a lutar. E ele, nesse último episódio, foi realmente um herói para mim. Sam foi tudo o que eu esperava que ele fosse: corajoso, sincero, sensível, forte! Todas as características que ele tinha deixado para trás, quando correu atrás de vingança. Pode até ser que eu esteja errada, mas ainda acredito que ele e Dean vão realmente acabar com o Lú. E também vou continuar acreditando que Sam vai encontrar um jeito de fazer isso acontecer. Acho que é ele quem vai encontrar a saída para tudo isso.

Eu só quero dizer, mais uma vez, que seu texto está ótimo. Você escreve muito bem. E eu vou esperar outros textos seus. Não pare. Não deixe de postar. Acredite nas suas qualidades. Esse texto nos diz mesmo muito do quanto vamos ler de você.

Parabéns! Estrelas para você!

Um grande e carinhoso, e forte, e sincero abraço! Um grande beijo!

Twitter . Help . Sign Up . Cookies . Privacy . Terms of Service