CONHECENDO MAMÃE

Harry acabou acordando muito cedo no seu primeiro dia de aula com os marotos. Ele estava muito inquieto, não conseguiria dormir novamente, resolveu sair do quarto e explorar a escola.

_ O diário... O anel... O pingente... A taça... A cobra... Algo sobre a Grifinoria ou Corvinal... _ Harry ia repetindo baixinho para si mesmo enquanto andava pelo castelo.

Harry ainda não conseguia pensar no que iria fazer para destruir as Horcruxes. A Espada de Gryffindor não poderia ser, pois ele ainda não havia matado o Basilisco na Câmara Secreta, para a espada absorver seu veneno. A espada também não era uma Horcrux, disso ele tinha certeza. A primeira coisa que ele tinha que fazer era achar uma arma para que pudesse destruir as Horcruxes, como não tinha a espada ele teria que dar um jeito de arrumar outra coisa.

Ele também não tinha as presas do Basilisco para poder utilizá-las, então, entrar na câmara secreta ficaria em ultima opção... Será que conseguiria adquiri-las na Travessa do Tranco?

Estava tão concentrado nesses pensamentos que nem percebeu em que direção estava seguindo, quando deu por si já estava caído no chão e com uma outra pessoa ao seu lado.

_ Desculpe _ disse Harry se ajoelhando ao chão para ajudar a garota a recolher os seus pertences.

_ Não se preocupe _ disse a garota parando para olhar para Harry _James!?

Harry levantou os olhos e se deparou com olhos verdes idênticos ao seu. Ele estava olhando diretamente para sua mãe, ou sua futura mãe... Lily Potter, ou como ela ainda devia se chamar: Lily Evans.

_ Não... Você não é o James _ disse Lily encarando Harry _ Harry, certo?

_ Sim_ Respondeu Harry cauteloso.

_ Será que é algum parente distante ou algo do gênero?

_ Não sabemos, _ disse Harry ainda olhando fixamente para sua mãe.

_ Algum motivo para você estar aqui na biblioteca há essa hora?

_ Biblioteca?!_ perguntou Harry espantado, finalmente parando de olhar para sua mãe e olhando para os lados. Realmente tinha ido parar na porta da biblioteca, o que poderia ser uma boa idéia: Pesquisar sobre as Horcruxes. Hermione ficaria orgulhosa...

_Eu só estava andando por aí... _ disse Harry, sem ter desculpa melhor. _ mas já que estou aqui, seria uma boa idéia pesquisar.

_Que bom! _Disse Lily com entusiasmo_ Vou te fazer companhia. O que você vai pesquisar?

_ Acho que vou começar com Hogwarts. _ disse Harry. Já que estariam juntos não seria bom que procurasse sobre as Horcruxes, o melhor a fazer seria tentar descobrir sobre as possíveis outras.

_ Então acho melhor que comece com Hogwarts: Uma História.

_ Ok. _ Realmente, Hermione ficaria orgulhosa. _ E você, o que vai fazer?

_ Tenho que olhar um pouco sobre o material didático desse ano... Estou um pouco nervosa, é o meu ultimo ano aqui... _ disse ela olhando ao redor como se já sentisse saudades.

Eles entraram na biblioteca, e Lily foi buscar o livro, Hogwarts: Uma história, que entregou para Harry. Lily sentou-se ao seu lado e começaram a ler, às vezes ela parava para fazer algumas anotações, mas logo voltava ao que estava fazendo antes.

Harry estava lendo sobre os fundadores. Entretanto não achou muita coisa falando sobre os objetos deles, então resolveu só ir passando as folhas para ver se encontrava algo.

_ Desistiu? _ perguntou Lily observando Harry passar as folhas.

_ Eu só fiquei curioso _ respondeu ele, ainda admirando Lily.

_ Sobre a historia dos fundadores?_ perguntou Lily olhando o que ele estava lendo.

_ É mais sobre os objetos dos fundadores ou algo que tenha o símbolo deles... _ explicou Harry_ Parece interessante... Godric tinha a espada, Salazar o anel, Howena tinha a taça e Helga... Eu não faço idéia...

_ O Diadema.

_ Diadema?!

_ É um tipo de coroa _ explicou Lily pacientemente _ supostamente o diadema de Corvinal tinha poderes mágicos e aumentava a sabedoria de quem usasse. Bom, infelizmente é um diadema perdido.

_Quando foi perdido? _ perguntou Harry.

_Dizem que há séculos... _ disse Lily_ o professor Flitwick disse que a tiara sumiu. Muitos procuraram, mas, ninguém nunca achou nenhuma pista.

_ Tem outros objetos da Corvinal? _ perguntou Harry

_ Também não sei. _ Respondeu ela o encarando com curiosidade

_ Melhor tentar pesquisar então...

_ Mal não vai fazer. _ disse dando de ombros.

Então os dois ficaram sentados frente a frente na biblioteca, cada um estudando o que lhe interessava. Harry de vez em quando dava algumas olhadas para sua mãe, que estava totalmente focada em sua leitura. Olhando para ela Harry não podia deixar de lembrar novamente de Hermione.

_ Olha só as horas!_ disse Lily recolhendo suas coisas _ Se não corrermos não vamos conseguir tomar o café da manhã e chegar à primeira aula a tempo.

XXX

Harry e Lily chegaram ao salão principal bem a tempo. Já estava quase vazio, mas alguns alunos continuavam por lá, inclusive os marotos que ao que indicava já estavam de saída.

_ Lily!

_ James...

_ Evans, meu amor!_ gritou Sirius se atirando nos braços de Lily e caindo esparramado no chão quando ela desviou.

_ Esta atrasada, Lily... _ Disse James.

_ Eu sei... _ disse Lily se servindo do café da manhã _ Harry e eu ficamos lendo na biblioteca e perdemos a hora.

_ Harry?_ perguntou James olhando para os lados.

_ Que decepção _ disse Sirius limpando suas vestes _ e eu pensando que seria mais como nós...

_ Do jeito que você fala Sirius, nos faz pensar que ele é uma criança e que quer que se espelhe em nós. _ Falou Remus rindo.

_ Eu só estava curioso sobre algo _ respondeu Harry colocando um biscoito na boca.

_ E não tem nada demais _ ajudou Lily _ O Remus é um de vocês e olha só para ele, um dos melhores alunos.

_ Isso não justifica nada... _ diz James cruzando os braços.

_ E quem disse que não estamos desapontados com o Remus? _ disse Sirius indignado _ O detalhe é que já tivemos anos para nos superar e acabamos nos acostumando...

_ Senhor Potter, senhorita Evans!_ interrompeu a professora McGonagall _ Aqui está sua grade de horários.

_Obrigado_ disse Harry verificando o seu horário_ É só isso?

_ Você terá só as principais disciplinas e daqui a alguns dias nos reuniremos para uma orientação vocacional. _ respondeu ela.

_ Entendi...

_ Gostaria de lembrar aos senhores que a primeira aula de vocês é comigo, portanto, não se atrasem _ Disse ela se virando para ir embora.

_ Orientação vocacional?_ Perguntou Sirius

_ Só as principais disciplinas? _ Questionou James.

_É uma longa historia_ Harry respondeu aos olhares curiosos.

_ Bem, _ disse Sirius se sentando e cruzando as pernas_ temos todo tempo do mundo para escutar...

_ Na verdade não temos não Sirius_ disse Remus já puxando o amigo para levantá-lo _ como a professora McGonagall falou, temos a primeira aula com ela agora, então vamos lá!

_ Mas... _ E foram todos para a aula com Harry e Lily ainda comendo biscoitos e um Sirius emburrado e de braços cruzados os seguindo.

XXX

Esse era o sétimo ano e logicamente o ano dos N.I.E. M's (Níveis Incrivelmente Exaustivos de Magia), os exames finais que os estudantes de Hogwarts realizam ao final do último ano. Já que a nota serviria como critério para admissão em algum trabalho quando terminarem a escola, Harry previu que todos os professores falariam sobre isso no inicio das aulas.

A primeira aula do dia começou com a professora McGonagall Palestrando a classe sobre a importância dos N.I.E. M's tal como Harry se lembrava do seu quinto ano. O restante da aula foi gasto em revisões dos feitiços de maior nível de dificuldade já aprendidos nos anos anteriores.

Os marotos, como Harry também havia previsto, eram surpreendentes. Faziam os feitiços não verbais com a maior facilidade e se lembravam de praticamente todos. Lily também não tinha muita dificuldade, mas não se comparava com Sirius, James e Remus.

Felizmente Pedro não fazia essa disciplina, pois não obteve NOM's (Níveis Ordinários de Magia) suficiente para ser aprovado no ano anterior. Harry precisou de alguma ajuda, e Remus o auxiliou, mas acabou conseguindo fazer todos os feitiços.