Notas da Historia:

Obs. Os personagens pertencem à tia Steph, mas se fossem meus, há as possibilidades...

Obs. 100% Beward

Obs. Fic de época, me baseei completamente em livros, então se tem algo que não seria o certo pra época, povo é uma fic, relaxa e curte a historia ;)

Obs. Historia para maiores de 18 anos


Epílogo

- Ele não é lindo?

- Ele é perfeito amor.

- Eu te amo tanto, querido. - ela sussurrou abraçando o pequeno e lindo bebê, com cabelos ruivos ralinhos, da mesma tonalidade dos cabelos do pai. Ela deu beijinhos na testa do rebento e suspirou realizada, aspirando e sentindo o cheirinho bom dele.

- Acho que o ama mais do que a mim. - ela riu.

- Temo que seja verdade. - se possível, o seu marido pareceu mais satisfeito.

- Cadê a mamãe do ano? - rolando os olhos, Isabella se levantou deixando o bebê no colo de Edward e foi abraçar Emmett.

- Estou aqui, papai do ano. - ele bufou.

- Não sou pai, ainda.

- Claro que é! Vou dizer a Mary que disse isso. - os seus olhos se arregalaram.

- Não ousaria!

- Ousarei. Se não admitir logo.

- Está bem, está bem, sou um papai babão, feliz agora?

- Sim. - riu e entrelaçou o seu braço no dele.

- Cadê Rosie e Mary?

- Em casa se instalando, virão para o jantar.

- Perfeito. E Jasper soube dele? - Emmett suspirou.

- Ele me mandou uma carta. Disse que viria para conhecer o sobrinho.

- Me mandou uma também. Crê que ele esteja mais perto de encontrá-la?

- Não sei querida. Mas espero que sim, tenho me preocupado com ele.

Ela suspirou assentindo.

- Aqui querida, pegue-o! Ele está me dando aquele olhar feio de novo. – rindo, ela beijou a bochecha de Edward e abraçou o seu pequeno Charlie.

- Não fique bravo com o papai Charlie, eu já vou te alimentar. - os amigos riram e acompanharam satisfeitos, enquanto Isabella se sentava confortavelmente para começar a amamentar o bebê.

Ambos desviaram o olhar, Edward porque era difícil para ele ver os seios de sua esposa sem pensar em agarrá-la. Já Emmett porque, simplesmente ele não precisava ver os peitos de sua irmã.

- Então, como vão as coisas?

- Vão bem... Finalmente vão bem. Mary me chamou de pai hoje. - falou orgulhoso de si, o que fez Edward sorrir.

- Mal posso esperar para ouvir Charlie me chamando de pai. - ele assentiu.

- Vou gostar de ser um tio. Sou ótimo com crianças.

- E quando terá as suas?

- Calma, calma, acabei de me casar. E já tenho uma mocinha muito espevitada para olhar. - ambos riram.

- Isso ela é...

- Pronto, pegue o seu filho. Estou exausta! - Isabella entregou o garotinho para o Duque que o olhou com um sorriso bobo.

- Teve um bom café da manhã, meu amor?

O bebê deu um grande bocejo e se aconchegou nos braços do pai, fazendo com que todos rissem.

- Milorde? - se voltando para a porta, viu o velho Barnes que sorria para eles, e se aproximou indo fazer um carinho no bebê.

- Oi pequenininho.

- Há algo que queira me dizer? - Edward interrompeu o velho homem, que se voltou para ele com um sorriso.

- Sim, sim, perdoe-me, tem uma visita.

- Quem é?

- O Sr. Latton.

- Jasper? - Isabella guinchou animada e saiu rapidamente do quarto em busca do irmão.

Ao vê-lo correu a abraçá-lo e foi levantada no ar.

- Irmãzinha!

- Jasper, quantas saudades!

- Como está querida?

- Exausta, e você?

- Muito bem! - ela o olhou com curiosidade.

Embora ele estivesse um pouco desleixado, ainda tinha olheiras sob os olhos e não parecia tão alegre como sempre fora. Mas era bom tê-lo de volta. Mesmo que ele só tenha ficado fora por um mês, ainda assim, fora um longo mês.

- Jasper querido, não vai me apresentar? - ela olhou para trás e viu uma bonita moça morena atrás deles.

- Quem é essa?

- Ah sim, Isabella, quero que conheça Maria, a minha noiva.

Olhou de um para outro sem fala.

Noiva?

Ele enlouqueceu de vez?

Notou que os outros já entravam na sala, parecendo tão confusos quanto ela, pois devem ter pegado a última parte da conversa.

Jasper estava noivo?

E embora a noiva fosse uma mulher bonita, não gostou dela, e não era porque ela não era Alice, embora isso realmente a incomodasse, mas havia algo nela...

Bem, mas essa irá ser uma longa historia...


N/B – Epílogo curto? Como assim? Pirou? Quero maiiiisssss... Cadê Nessie? Cadê o grande amor da vida do Barnnes aparecendo? Eita assim eu vou chorarrrrr... Beijos pervas, nós nos veremos na próxima aventura da Diva... Estive na Argentina há pouco tempo, quem sabe ela não escreve sobre um "caliente" magnata espanhol que conhece uma misteriosa dançarina de tango, hein? Fica a dica!

Tuca

N/A: Sim esse é o epilogo povo pervooooo u.u e Tuca, para de ficar dando ideia pras leitoras loucas Oo

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Então pra quem não lembra, quando comecei essa fic eu ja tinha falado que ela ia dar inicio a outras duas historias, primeiro é a da Bella e em seguida EMmett e Jasper, só que Emmett e Jasper eu vou fazer em original e publicar lá n clube dos autores, então por enquanto Escolhas acaba aqui e em breve vem a historia do Emmett.

Mas olhem só, só pelo epilogo vcs ja sabem, que o romance do Emmett com a Rosie vai rolar durante a gravidez da Bella, e que ALice ainda não apareceu Oo.

Então, muitos mistérios nas próximas aventuras dos Latton ;)

Então esse é o fim, amei postar essa fic e o amor de vocês pelo nosso duqueward e sua duquesa

Obrigada pelo carinho e o amor por mais essa fic, e nos vemos na próxima fic povo pervoooooo

Terça que vem estreia fic nova em, dou uma amostrinha la no grupo de qual será, assim que eu decidir qual será kkkkkkk.

fuiiiiiiiiiiii e até a proxima fic. ;)