-Dia de Caça

Em uma manhã, as leoas se levantaram cedo para caçar.

Sarabi liderou-as até uma manada de

gnus que pastava nas proximidades do rio.

Lia estava ansiosa para assistir as leoas em ação, ela nunca vira uma caçada tão de perto antes.

-"Você fica aqui querida".-Sarabi disse à ela, acenando com a cabeça em direção à uma pedra onde ela deveria ficar, antes de voltar para junto das leoas.

Lia observou as leoas se aproximando cautelosamente dos gnus que pastavam tranquilamente,sem se darem conta.

Sarabi ia à frente junto com outra leoa de pelo escuro, seu nome era Zilba. Ambas se esgueiraram pela grama alta, enquanto as outras leoas iam pelas laterais.

Quando estavam perto o suficiente, elas avançaram sobre os gnus, que correram em debandada.

As leoas rapidamente seguiram sua líder na caçada, cercando um gnu que se afastou do resto dos outros. Sarabi correu, se aproximando rapidamente do gnu, ela saltou sobre ele, derrubando-o com o auxílio de Zilba que mordeu as patas traseiras do animal. As outras leoas atacaram o gnu, investindo mordidas, enquanto Sarabi finalizava, cravando as presas em sua garganta, em uma mordida mortal.

Lia acompanhou tudo de boca aberta, ela estava impressionado com a agilidade de Sarabi e Zilba na caçada.

Quando as leoas retornaram, trazendo consigo a presa, Lia correu para o encontro delas.

-"Aquilo foi incrível!"- Ela disse para as leoas que sorriam simpaticamente ao verem o entusiasmo dela.

-"E quando vocês correram atrás daquele gnu, você saltou em cima dele e você mordeu as pernas dele. Não tinha a menor chance!."-Lia falou olhando para Sarabi e depois para Zilba, que sorriam, encantadas com a filhote.

-"Quando eu crescer, quero ser tão boa caçadora quanto vocês.-"Lia falou olhando para elas com admiração.

-"Você vai ser melhor querida."-Sarabi lhe respondeu, sorrindo docemente.

-"Sim, vai se tornar uma caçadora incrível e uma bela leoa."-Zilba falou, olhando para ela com carinho. Ela gostava muito de Lia e já havia desenvolvido um amor maternal por ela, ainda mais depois de saber por tudo que ela tinha passado, órfã e perdida, Zilba não quis nada mais do proteger e cuidar da jovem.

O grupo retornou à pedra do reino e após se alimentarem da caça, Lia decidiu sair para brincar.

-"Aonde vai Lia?"-Zilba questionou quando viu a filhote se afastar da pedra.

-"Eu vou passear um pouco."- Lia respondeu, esperando que Zilba não a impedisse de sair.

-"Não se afaste muito da pedra, ouviu bem?"-Zilba falou, um tanto preocupada, ela não gostava que Lia saísse por aí sozinha.

-"Não vou!"-Ela respondeu, antes de se afastar.

Lia caminhou tranquilamente pela pastagem, desde que chegou, ela ainda não tinha tido a chance de explorar as terras do reino, mas ela pretendia fazer isso agora.