CORRIGINDO UM ERRO DO CAPITULO ANTERIOR : A APRESENTAÇAO VAI SER DAKI A 5 SEMANAS NAUM 2!

-Kagome

Eu vi aqueles dois correrem que nem loucos, eu e Sango fomos domadas por risadas que não saíram da enfermaria. Derrepente eu senti uma grande dor no peito e minhas vistas ficando mais embaraçadas, não ouvia mais os risos saírem de minha boca, nem os de Sango. O mundo girava em torno de mim mesma... ate eu não ouvir absolutamente nada.

-Inuyasha

Depois que finalmente conseguir alcaçar o paspalho do Miroku, segurei ele pela gola da camisa, e quando estava prestes a dizer o que queria vi um grito saindo da sala da enfermaria.

San: KAGOMEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!

-Kagome

Acordei num lugar escuro, eu trajava um vestido preto com flores brancas, lindíssimas uma pulseira estilo dragão imprensado no meu braço e meu cabelo preso a um coque uma maquiagem leve, mais os lábios com um batom bem vermelho cor sangue. E derrepente o preto do lugar foi saindo e dando origem de um palco, e milhares de pessoas na frente como publico.

Eu estava no microfone, olhei para os lados vi no meu lado esquerdo Inuyasha com um teclado, olhei para o outro me deparei com Miroku com a bateria. Atrás a Sango com uns instrumentos que não reconhecia bem, mais faziam se belos barulhinhos de sinos.

Olhei novamente atenta agora só ao publico, derrepente senti alguém me chamando..

Inu: Kagome vai... Canta... – disse Inuyasha em um tom baixo pra mim, mais eu não sabia o que cantar.

Olhei mais uma vez atentamente ao publico. Respirei fundo, senti uma paz tão grande vinda do meu coração e sem perceber comecei a cantar...

Ikutsu namida o nagashitara

Every Heart sunao ni nareru darou

Dare ni omoi tsutaetara

Every Heart kokoro mitasareru no darou

A musica me relaxou no começo, o publico também ficou em silencio na hora...acho que estava despreparada.

Nagai nagai yoru ni obieteita

Tooi hoshi ni inotteta

O vazio tinha me deixado completamente e vi alguns fogos saindo do lado do palco.

Meguru meguru toki no naka de

Bokutachi wa ai o sagashiteiru

Tsuyoku tsuyoku naritai kara

Kyou mo takaisora miageteiru

Agora senti um sorriso que me acolheu no minuto de preocupação... sim era dele, do meu Inuyasha.

Donna egao o deaetara

Every Heart yume ni fumidaseru no

Hito wa kanashimi no mukou ni

Every Heart shiawase ukabete nemuru

Derrepente a minha voz sumiu, agora me senti esta no publico, e vi eu , no palco e algo saindo de mim, algo me possuía, era uma alma...foi nesce momento que me deu uma grande dor de cabeça e eu cai no chão.

-Inuyasha

Fiquei preocupado, vi Kagome suando frio... Eu estava perto dela, seus olhos lacrimejavam, e derrepente ela acordara. Ela sentara-se desesperadamente na cama olhando pros lados, quando me viu a única coisa que fez... foi chorar...

-:Uma Semana Depois:-

(Obs:O passeio no shopping era noturno...)

-Kagome-

Na semana que vem iria ser o grande show... eu e o InuYasha estávamos tendo já uma semana de namoro...o que realmente não era uma das maiores novidades do mundo. Estávamos passeando no Shopping Onegai, eu e o Inuyasha de mãos dadas e a Sango e o Miroku também, eram praticamente o duplo casal romântico heuehuehuehuehueh!

-Inuyasha-

A Kagome não parava de sorrir, eu ainda não acreditava como ela me aturava sendo um haynon tão arrogante, insuportável como eu. As vezes eu sentia uma grande dor no peito, que so eu sentia... uma dor de perda... solidão... mais sempre que estava com Kagome eu ficava bastante feliz e a dor ia em um passe de mágica.

Kag: Inuyasha será que podíamos voltar pra casa... esta ficando tarde... – disse Kagome olhando para o relógio que localizava em seu pulso.

Inu: Se você quer assim... – eu disse suspirando.

Kag: Anh... não fique assim... – disse Kagome, nos já estávamos parados enquanto Sango e Miroku viam a loja de musica. – Não gosto de te ver assim... – disse ela fazendo biquinho...eu não resito aquele biquinho.

E nos nos beijamos, ali mesmo, um misturado com paixão, desejo e loucura. Eu não resisti e puxei Kagome mais pra perto de mim, dando mais tempo ao beijo.

Kag: Inu... Ya... Sha... – disse Kagome enquanto nos já estávamos um afastado do outro. – As... Sim... Vo...cê...me...dei...xa...sem...ar... – terminou Kagome já muito cansada.

Inu: Já cansada? – perguntei brincando – Se continuar assim imagine quando tivermos nossos filhos... – falei dando beijinhos e beijinhos no pescoço de Kagome.

Kag: Aqui não Inuyasha...- disse ela sussurrando baixinho.

Imediatamente eu parei de beija-la e prestei mais atenção no publico que estava em nossa volta; Kagome corou violentamente... e se escondeu na minha camisa.. ela queria mesmo um grande buraco para se esconder.

Inu: PERDERAM ALGUMA COISA AQUI! – disse eufórico, não agüento quando deixam a minha Kagome envergonhada, somente eu posso fazer isso.

Todos saíram com as caras no chão, feh! E eu com isso?

-Kagome-

AIIII! QUE VERGONHA! Certamente estava me sentindo ridícula, Inuyasha estava bem abraçadinho comigo, enquanto falava com aquele publico todo que estava a nossa volta...parece que nunca viram um beijo...

Inu: Meu amor ta tudo bem? – disse ele bem manhoso e calmo comigo.

Kag: Ta sim... – eu disse um pouco destraumatizada.

Inu: Não precisa ter vergonha Kagome... – disse Inu acariciando os meus cabelos – Não tem porque ter vergonha.

Eu não evitei, sorri; Inuyasha também sorriu. E mais uma vez nois dois nos beijamos no meio daquele shopping movimentado e depois saindo de la, mais e claro avisando ao Miroku e a Sango.

-Na casa de Kagome-

-Inuyasha

Chegamos na casa de Kagome, mais eu realmente não estava afim de deixar ela sozinha, senti uma grande dor no peito, um pressentimento, olhei pra Kagome que estava com um lindo sorriso no rosto.

Kag: Inuyasha você quer dormir aqui em casa hoje? – disse Kagome pra mim um pouco corada – E que eu lembrei que a mamãe saiu com o Souta...

Eu sorri, era tão lindo ver ela corada, mais, algo não me deixava entrar naquela casa, um pressentimento... que apertava o peito... mais não podia inguinorar nada da Kagome...

Inu: Claro que sim – eu disse sorrindo. – Mais não tenho roupa aqui...

Kag: E claro que tem! No dia que você dormiu aqui semana passada voce trousse duas mudas de roupa.

Inu: E mesmo... – cocei a cabeça com uma enorme gota na cabeça – Não lembrei disso.

Kag: Então – disse Kagome subindo nas escadas e abrindo a porta – Vamos entrar ou prefere ficar aqui fora?- finalizou ela sorrindo.

Inu: Não...ai dentro e melhor – sorri igualmente a ela, mais o sorriso dela era incompatível ao de qualquer um.

Entrei na casa de Kagome juntamente com a mesma que fechara a porta quando nos dois entramos.

-Kagome

Quando fechei a porta liguei as luzes da casa, que estavam desligadas, eu e o Inuyasha fomos direto ao meu quarto, pois e claro que nos dois tínhamos que tomar um bom banho e as nossas roupas estavam la.

Abri a porta do meu quarto e acendi as luzes do mesmo, peguei a minha roupa e a do Inu no meu armário.

Kag: Aqui estão a sua roupa – eu disse entregando a roupa do Inu. – E essa e a minha – disse eu abraçando a minha camisola branca, um pouco curta e transparente, mais linda!

Dei a toalha pro Inuyasha que eu tinha reservado pra ele ("caramba reservo tudo OO") e fui para o banheiro, e claro, que não com ele, mais sim sozinha, e ele para o outro banheiro tranquilamente, mais antes de tudo demos um beijinho ( selinho ) e fomos para os banheiros tomar nossos banhos.

-Inuyasha

Me dirigi ao banheiro, tirei minha roupa ( MEU DEUSSS! DEXA EU I PRA LA DEXAAA! Ups...ataque...XD ) abri o chuveiro ( ¬¬ eu to odiando escreve certo... ainda bem que e só nesse capitulo XD ) entrei no mesmo, coloquei o meu corpo todo debaixo do chuveiro e tomei um banho relaxante...mais querendo saber o porque dessa preocupação toda que não saia da minha cabeça mais eu iria descobrir...

Depois que acabei de tomar o meu banho, me enxagüei e coloquei a minha roupa e sai do banheiro indo diretamente para a sala, encontrei Kagome sentada no mesmo, com os cabelos molhados, e o corpo que não estava totalmente enxugado com aquela camisola transparente que agora ficava mais ainda, a camisola era cheia de babadinhos brancos, e a calcinha dela era de renda... Como eu sei? UU" a transparência mostrava tudo...

O rosto de Kagome corou quando viu que eu olhava para a camisola e tentou tampar o corpo com os braços. Ela parecia um anjo, alem disso... Cheguei perto de Kagome, o meu pressentimento ficou pior do que estava antes...o que era esse pressentimento que me dava medo...?... tentei esquecer dele por um minuto toquei no rosto de Kagome, e selando nossos lábios com um delicioso beijo.

-Num lugar bem longe dali-

Uma mulher parecida com Kagome estava na frente de um espelho que fazia levar para o corpo de qualquer pessoa, sendo que a alma da mesma ficaria junto com a do ser que domina o corpo. Um homem de cabelos negros parecido com Inuyasha aparecera perto da mulher, abraçando ela pela cintura.

desconhecido : O que eu devo fazer Koaru( XD num tenho nome mesmo...¬¬...desculpa...por favor alguém me ajude!)

Koaru: Domine o Inuyasha Takemaru ( UU sem criatividade...foda...) faça o que a Kagome teme... e eles não desejam agora... – disse ela friamente.

Takemaru: Se você deseja assim minha deusa... – disse ele beijando – a – Eu vou – e assim o mesmo atravessou o espelho.

Koaru: Faça um bom trabalho...Takemaru... – disse a mulher um pouco preocupada mais não escondendo o frio de seu coração.

-Inuyasha

Eu continuei beijando Kagome mais a minha mão foi descendo do ombro, passando pelos seios, barriga...e indo ate a coxa.

Kag: Inuyasha...para...- disse Kagome em um sussurro pra mim.

Inu: Me...me disculpe Kagome – eu disse levantando do sofá e ficando de costas para a Kagome, na mesma hora senti uma tontura forte e fechei os olhos tentando ver se a mesma passava.

-Kagome

Eu vi que o Inuyasha estava magoado, me levantei e coloquei a mão no seu ombro.

Kag: Amor... me perdoa mais eu acho que o momento não deve ser agora, porque nos malmente começamos a namorar... – eu disse abraçando o Inuyasha – Mas quando for o tempo certo nos poderemos fazer isso...

Derrepente senti o Inuyasha me puxando para a frente dele e me beijando com voracidade, parecia que desejava os meus lábios mais que tudo. Me prensara na parede com força, tanto que pude sentir um forte impacto vindo em minhas costas, o que me incomodava. Inuyasha novamente fora para a borda da minha camisola, eu já estava ficando com medo, e com toda a força que eu tinha, consegui empurrar o Inuyasha para longe de mim.

Kag: Inuyasha o que houve com você? – eu disse desconfiada.

Quando ele levantou a cabeça, que estava baixa, pude ver seus olhos vermelhos, percebi que não era o meu Inuyasha que estava ali, mais sim outra pessoa que o estava controlando.

Sai correndo ate o meu quarto, mais o Inuyasha me perseguia, entrei no meu quarto, mais quando ia fechar a porta ele já estava na mesma, dentro do meu quarto, com a mão na maçaneta, eu fiquei ate a beirada da cama do meu quarto, enquanto observava o Inuyasha trancar a porta com a chave.

Ele foi se aproximando de mim, ate nossos corpos ficarem colados, ele me fez deitar na cama a força, e ficou em cima de mim. Eu realmente não podia ir contra o Inuyasha, pois, ele era muito mais forte que eu, então, estava derrotada...

As mãos de Inuyasha estavam na barra da camisola, definitivas a retirar a mesma, ele me beijava e subia a barra da camisola para cima bem devagar.

Eu não podia fazer nada a não ser chorar em desespero, quando Inuyasha vira que eu chorava, bateu na minha cara fortemente e me chamou do nome que eu mais temia.

Inu: Vadia

Quando ele terminou no ultimo ponto eu não pude agüentar... meu coração ficou em pedaços, a tristeza agora dominava em mim e no meu coração...

-Autora ( agora eu q narro.. q foda XD )

Agora a camisola terminava acima da calcinha, Inuyasha pegara a sua mão e descera para dentro da calcinha de Kagome, colocando o dedo no lugar mais sensível da garota. Kagome gemera baixinho e chorar ao mesmo tempo, mesmo assim, Inuyasha não ligara e colocara o dedo mais fundo possível, sem celebração da virgindade da garota. Kagome agora dera um grande grito, o que fez brotar um sorriso de Inuyasha, que tirara o dedo e tirara a camisola da garota em um piscar de olhos, deixando-a nua. Aquele corpo de deusa fez a alma que habitava no corpo do haynon em total vontade de aproveitar de Kagome.

Agora seus lábios se encontravam colados novamente, a garota sussurrava varias vezes "para" mais o haynon não ouvia nada o que ela dizia, e a alma que dominava seu corpo fazia questão de não ouvir.

Enquanto beijava Kagome, automaticamente tirava sua roupa, depois de um tempo, Inuyasha já estava somente com a sua bermuda um pouco aberta e Kagome embaixo dele.

Inuyasha pegara a mão de Kagome e descera agora para o ponto mais intimo do mesmo, Kagome tentara subir a mão mais era impossível, Inuyasha era mil vezes mais forte que ela...

Quando as mãos de Kagome tocaram o ponto mais intimo de Inuyasha, a garota gemera, neste instante, Inuyasha tirara toda a roupa que ainda restava nele e sentou-se perto de Kagome.

Inu: Vem aqui... – disse ele pegando a mão da garota e puxando o seu corpo para sentar encima do seu.

Kag: Inuyasha me solta... – ela disse agora num tom mais alto.

O haynon não ouviu, e fez a garota sentar a força, provocando um grande gemido que saira da boca de Kagome. O mesmo fez a garota ficar de ( XD seis sab 4.. XDDD! ) e os movimentos eram frenéticos ( caraka... que hentai foda XD ! ) ate eles chegaram ao ponto extremo.

Kagome deitou – se cansada na cama ( melhor jogou-se na cama ) já dormindo, o haynon fez o mesmo, e a alma que habitava em seu corpo saira uma fumaça preta e um grande sorriso maléfico junto dela.

- To be...

No próximo capitulo.

Kag: ADEUS!

Inu: Não...

San: O mistério vai ser desvendado a qualquer instante miroku.

Mir: T amo sangozinha

Autora...

( levando caderada, mesada, olfaçada ) ai disculpa.. demorei um booomm tempo sem postar aqui hein... primeiru hentaix XDDD! Bem qria dedicar esse capitiliu ao Vivi, eh a Mary ! No próximo vai ter hentai di novo so que MAIS QUENTE Q ESSE PORQUE ESSE FOI UMA MIERDA OO" ... bem gente milll kisses pra vocês e me disculpem pela demora.