Inu-Yasha e seus amigos haviam finalmente derrotado Narak, e conseguido reunir todos os fragmentos da jóia.

Certo dia, Shippou resolveu pegar a jóia (lógico que escondido) para ficar admirando-a (Adorava fazer isso...). Mas, de repente, um youkai apareceu querendo-lhe tomar a jóia. Shippou então, correu desesperado se esforçando o máximo para não deixar que o youkai roubasse a jóia. No meio da "corrida", o pequeno tropeçou, deixando a jóia cair sobre uma pedra, e assim partindo-a toda. Conseguiu juntar todos os fragmentos rapidamente, e continuou a correr. Mas, como suas mãos eram pequenas, e a jóia não estava se "juntando", alguns fragmentos foram perdidos no meio do caminho. Acabou que o youkai desistiu de correr atrás de Shippou, e foi embora. E Shippou, voltou para a aldeia da Kaede. Quando Inu-Yasha soube o que aconteceu, pobrezinho do Shippou. Quase morreu de tanto ser espancado.

- Inu-Yasha! Ele é só uma criança! Dê um refresco a ele!

- Não quero nem saber! Esse idiota aí pegou a jóia SEM A PERMISSÃO de ninguém! E ainda por cima, perdeu uns fragmentos! A gente demorou tanto pra juntá-los! Agora vem esse pirralho aí e perde quase metade!

- Foi sem querer! Eu só queria olhar um pouquinho a jóia! Relembrar aquele tempo maravilhoso...

- Feh! Mas podia ter pedido permissão, né!

- Não! Porque senão não iam deixar! Era mais fácil pegar sem pedir permissão!

- Pra dar nisso, né! SEU IDIOTA! VAI PAGAR POR ISSO! – Inu-Yashavoltou a bater em Shippou.

- Buáááááááááááááááááá... T-T

- Inu-Yasha! Senta!

- POFT!

- Hey Kagome! Porque fez isso? ò.ó

- Inu-Yasha! Não tá vendo! Ele é só uma criança!

- Você tá maluca! Você por acaso sabe o que ele fez!

- Tudo bem! Ele fez errado! Confesso que também estou chateada... Mas isso não é motivo pra bater assim nele! "E também... Agora tem mais um motivo... Pra mim... Ficar perto de você..."

- Bah, Kagome! Eu não quero saber! Vou continuar a bater nele! Você querendo ou não!

Mirok, Sango e Kaede só ficavam observando aquela briga diária e egoísta. Suspiraram.

- SENTA!

POFT!

- Sua idiota! Pára com isso!

- SENTA! SENTA! SENTA!

POFT! POFT! POFT!

- PÁÁRAAA! SUA LOUCA!

- Então pára de bater no Shippou!

- Kagome! Cansei de você ficar tentando mandar em mim! Cansei! Chega! Pára com isso! Eu odeio quando você faz isso comigo! E você faz isso sempre! "Maldição! Quê que eu falei! Kagome! Não ouça as minhas besteiras! Isso saiu da boca pra fora! Merda!"

Todos olharam assustados para o "casal". Aquilo estava se tornando uma briga séria.

- Então... – Kagome havia abaixado a cabeça e lágrimas brotaram em seus olhos– Você sempre me odiou? Você nunca gostou de estar ao meu lado? – Ela não estava mais conseguindo conter suas lágrimas – Você estava sempre fingindo gostar de mim... Só pra conseguir completar a jóia? É... Eu notei... Que você... - Não agüentou mais. Começou a chorar – Havia mudado comigo desde que a gente completou a jóia... Agora eu sei o porque...

- Kagome, eu...

- Inu-Yasha... Não vou mais te incomodar... Ficarei aqui só até a jóia ser completada novamente... Sei que só eu posso detectar os fragmentos e você quer que eu fique aqui só por isso... E... Depois disso... Depois... – Seu choro começou a ficar mais agressivo – Eu vou embora... E nunca mais volto!

- Kagome! Não é...!

- Não! Não consigo mais falar com você agora.! Não dá! Preciso ficar calma! Eu... Vou tomar um ar! Não esperem por mim... E nem venham atrás de mim! Por favor!

Kagome saiu correndo da cabana.

- Kagome! – Inu-Yasha não sabia o quê fazer.

- Kagome! Espere! – Sango levantou-se para ir atrás da amiga.

- Sango... – Mirok a puxou, fazendo com que ela recuasse ao lugar onde estava sentada – É melhor não ir... Você ouviu o que a Kagome falou...

- Mirok, eu sou mulher... Sei muito bem o que a Kagome está sentindo... E sei que o que ela mais quer agora é que alguém vá atrás dela...

Inu-Yasha estava indo em direção à "porta".

- ... Mas... Esse alguém tem que ser alguém que não tenha deixado-a magoada... Tem que ser alguém que a entenda e não tenha na a ver com o motivo para ela estar assim...

Inu-Yasha recuou e sentou-se. Sua expressão era de arrependido.

- "Droga! O quê que eu fui falar! Eu sou um idiota incorrigível! Por favor Kagome... Não leve a sério o que eu falei... Tudo aquilo foi da boca pra fora... Nada é verdade! Nada!"

- Tem certeza Sango?

- Sim... Eu sei o que ela está passando... Sei o que fazer... Vou lá... Até!

- Por favor, tome cuidado... Já está escuro...

- Pode deixar, senhor monge. Me cuidarei. Obrigada pela preocupação. Fico honrada.

Sango saiu da cabana à procura de Kagome.

12/10/2005

Oláá pessoas! D
Suh-Chan se apresentando!

Nhaa... Eu acho que vocês não gostaram muito da minha fic, né? Mas tipo... Isso aí não é nada não! Tem muito mais coisas e beeeemmm mais interessantes pra acontecer... É só continuar lendo... xD
Ficou curtinho o cap. né?
Mas é que eu comecei essa fic hoje... Tava lendo um mangá do Inu... E me veio essa idéia à cabeça...
Hohoho... A Kagome dando em cima do Inu descaradamente deve ser o que há, não? xD (isso é o que eu planejo pra fic... provavelmente já lá pro 3º ou 4º cap. ela vai mudar assim... xD)
Eu só vou continuar a escrever se vocês me deixarem reviews... Críticas, elogios, sugestões, xingamentos... Desde que deixem reviews! xD
HAUAhuaiHAUIAhuiHAUIhauiA...
Mas agora sério... Eu só vou continuar escrevendo se me deixarem reviews... Críticas, elogios, sugestões, xingamentos... Qualquer um serve... Qualquer um vai me animar para escrever... Até os xingamentos... Afinal, nós aprendemos com nossos erros...

Eu sou nova por aqui... (Como autora só... Porque como leitora... Acho que não... ) Mas continuando... Por isso, se eu fizer alguma besteira, não liguem...

Bem... Mesmo não ter ficado lá essas coisas esse cap. ... Espero que tenham gostado e que continuem a ler...

Até a próxima!
Kissus!

Ps.: Não coloquei carinhas do tipo "duplo acento circunflexo" porque essa porcaria aqui não tá aceitando... -"