ATENÇÃO:Os personagens decidiram "brincar" nesse capí não quiserem saber que brincadeira é essa,é só pular a parte em itá quiserem...já sabem! xD

"A Kagome nã favor,por favor.A Kagome não"

O coração dela falhou e parou de bater.

E o dele também.

Tudo isto parece estranho e irreal

E eu não quero perder um só momento sem você

# Kagome... # sussurrou,a boca encostada à dela

Mais uma mulher que se ia...mas uma que ele deixara morrer...

Eu quero tanto abrir seus olhos

Por que eu preciso que você olhe nos meus

Diga-me que você abrirá seus olhos

Se Kagome morresse...

Ele morreria junto.

Epílogo - E então...

O grito pessoas ao redor se assustavam,apesar disso acontecer freqüentemente,ainda não tinham se acostumado.O moço girou os olhos e coçou a cabeç na cabana -se lentamente e ajoelhou-se diante da amarelo,pegando na sua mã estreitou os olhos

# Sabe quantas vezes eu te chamei? # ela perguntou,aparentemente calma

# E-eu estava limpando a casa,meu benzinho...como você mandou #

# Mas quando eu te chamar,é pra você vir na hora #

# E-eu sei... #

# ENTÃO PORQUE VOCÊ NÃO VEIO?- gritou,apertando as mãos do pobre rapaz –Você não sabe como é difícil a minha situação com essa melancia na barriga e o Kintarô fica me dando trabalho e beijando as meninas da vila e todas as mães vieram reclamar...-ela parou,notando o sorrisinho do marido – do que está rindo? #

# Quê?Ah,nada não! – apressou-se em dizer – Você sabe,Sangozinha,ele tem apenas um ano,não tem malícia nenhuma e afinal!São só alguns beijinhos!Não fazem mal a ninguém! #

# Você ensinou isso a ele não foi? # perguntou,fechando os punhos

#N-não! – disse agitando as mãos e afastando-se um pouco dela – Imagina!Nunca faria uma coisa dessas! # colocou a mão na cabeça e começou a gargalhar compulsivamente

Ela levantou a sobrancelha

# É bom eu descobrir que ele,ou principalmente você, andam fazendo isso de novo,nunca mais verá a luz do dia #

#Que isso, meu amor!Você é única para mim! # disse temeroso

# É sempre a mesma coisa ¬¬ # disse Shippou,sentado ao lado da velhota

# É ¬¬ # concordou,observando o acabara de sentir um chute e Miroku pôs a mão para sentir,a outra nas costas reclamou que estava com fome,fazendo beicinho e ele a beijou,os dois ,de repente, muito carinhosos.

# Sempre # continuou o pequeno youkai

# Sempre # a velha repetiu

# Vá buscar umas frutas pra mim,Miroku-kun – pediu ela com a mão na barriga –Eu tô com muita fome! Chama o Inuyasha,assim vocês vão mais rápido!#

Miroku riu #Sango,você sabe que agora o Inuyasha está ocupado # disse num tom malicioso

# Han...Oh! – ela entendeu o que ele quis dizer,dando uma risadinha depois –Então não devemos atrapalhar! #

# O quê o Inuyasha tá fazendo? # Shippou perguntou curioso

#Nada não! – Miroku olhou mais uma vez para a mulher,que dava risinhos e depois para Kaede que olhava para o lado contrariada

# Eu vou ver! # gritou o youkaizinho,correndo para a porta

# Não! # os dois adultos (e a velha xD) gritaram juntos,Miroku segurando sua cabeleira ruiva

# Mas porque eu não posso ver? # choramingou

# Isso não é coisa de criança # disse sério,mas sem esconder o brilho pervertido de seus olhos

OooOooOoo

Prensou-a contra a árvore deu um gemido,mas não de quando ele tomou seus lábios com fúria passando as garras no seu corpo testá-la,ver quanto suportava de ela não sentia,não podia até gritar pela violência dele,mas agora só sentia meras cócegas

Passou as mãos pelo pescoço,trazendo o rosto dele para mais o canto da boca dele com os desceu as mãos para seu ponto í gemeu alto,sem se importar se alguém pudesse deu um sorriso malicioso e com a outra mão mexeu nas orelhas sorriu também maliciosa e fez o mesmo com ele,a boca passeando pela curva do pescoço dele.

Ele arrancou o pedaço de roupa que escondia os grandes seios dela, um gemido alto,passando a língua pela boca. Começou a massageá-los com força,deixando o local quisesse deixá-la marcada,mostrar que era sua.

Penetrou-a de repente e sem nenhuma delicadeza,fazendo o corpo feminino bater na á enlaçou as pernas no quadril dele,beijando toda a extensão de seus lá estocava fortemente,prensando-a contra a árvore,sem se preocupar se estava machucando-a ou nã gemendo e suando e algumas vezes doía para ambos,mas nenhum pediu ao outro que parasse.Não daria.

Chegaram ao clímax juntos e escorregaram para o chão coberto de grama suavam e ofegavam mas entregaram-se a um beijo carinhoso,diferente do que acabaram de puxou a cabeça dela contra o seu peito e ela o abraçou pelo peitoral,fazendo carinho lentamente.

Depois de alguns momentos de respiração profunda,ela desceu a mão e começou a acariciá-lo.Ele sorriu, maroto.

# Você nunca se satisfaz ,mulher? # perguntou ironicamente,dando um sorriso maior ainda

# Dizem que os meio-youkais nunca se satisfazem # ela sorriu,encarando o olhar surpreso dele

Deitou o corpo sobre o dela e beijou-a furiosamente,pronto para mais uma.

OooOooO Há algum tempo atrás OooOooO

Inuyasha sentiu uma ía uma grande quantidade de sangue de sua mão ...porquê?Foi quando inseriu a jóia no machucado de Kagome?Affeh,não importava!Olhou com tristeza para a ela não abria os olhos?A apertou mais forte contra seu ela morresse...se ela morresse...ele não ficaria vivo.Não importaria mais.

E eu desistiria da eternidade para tocá-la

Pois eu sei que você me sente de alguma maneira

Você é o mais perto do céu que eu vou chegar

E eu não quero ir para casa agora

Ouviu uma coisa bater (sem malícia x) .Fechou os olhos com forç a sua volta importava que tivesse cem youkais ao seu redor,ele não voltou a escutar o barulho,agora mais forte.O que seria?Parecia tão perto e ao mesmo tempo tão longe...

Bateu de novo.E outra ritmo um pouco mais forte mas quando ele notou

Era...o coração da Kagome!

Afastou o rosto do corpo dela e encarou-a atônito.Não,não era fruto de sua imaginação!O coração de sua amada estava voltando a bater!

# Kagome...Kagome! # ele pôs a mão no rosto dela,que não estava tão frio.

Ela não abriu os olhos,muito menos passou os braços pelas costas e pernas da garota e levantou-a suavemente por entre árvores até chegar no vilarejo.Lá,carregou-a andando até a cabana da velha Kaede.

OooOooO

Caminhavam de mãos dadas até o por nada e constantemente paravam para se soltou sua mão e pulou na suas seios se comprimindo contra suas costas e as pernas firmemente presas pela a segurou pelas coxas,enquanto ela mordia com força sua orelha.

Oh!Ela não sabia que isso o excitava muito?

Ele a olhou de esguelha notando seu sorriso maroto.

Sim,ela sabia.

OooOooO

# Por Deus!O que aconteceu?! # Kaede correu de encontro ao jovem

# Só cuide dela. – ela afirmou com a cabeça,enquanto ele a depositava no futton – Kaede...-ela virou-se para olhá -se com o olhar do meio-youkai - não deixe a Kagome favor #

E tudo que eu sinto é este momento

E tudo que eu respiro é a sua vida

Porque mais cedo ou mais tarde isso irá acabar

Eu só não quero sentir a sua falta essa noite

Ela assentiu com a cabeça,decidida.

OooOooO

Estavam novamente deitados no chão, com a cabeça encostada no ombro dele,enquanto ele contornava com os braços suas costas e fazia carinho de leve na sua sorriam,olhando para o céu a cabeça para encará-la. Sentia-se o cara mais sortudo do gesto de extrema delicadeza,passou os dedos no rosto macio dela,fazendo-a encará o sorriso que ela lhe -a para mais perto,passando a perna pelas pernas desnudas se aconchegou mais e ele a mordeu no pescoço,de brincadeira.

# Seu feioso!Não sabe ser delicado não? – ela exclamou fingindo estar brava

# Delicado assim? – e a beijou.

Ela sorriu e pôs as mãos em seu rosto. Como adorava seus beijos!

OooOooO

# Tem certeza do que está dizendo,Inuyasha? #

# Velhota,se você me perguntar de novo,eu juro que te bato! # murmurou impaciente

# Eu só quero ter certeza,Inuyasha! – ele bufou e revirou os olhos – Porque você nunca poderia ter juntado os fragmentos!

# Porque não,vovó Kaede? # perguntou Sango,do lado do seu marido

# Porque só sacerdotisas podem fazer e não poderia tê-las juntado #

# E o que você acha que eu fiz,velha?Sacudi a Kagome até ela acordar,pra ela juntar a jóia para mim? # ironizou

# Claro que não! – fez uma pausa – Só não entendo como você,um hanyou,conseguiu juntá-la #

# Talvez o Inuyasha tenha conseguido juntar porque ele não estava pensando em si. – todos olharam Miroku – Quer dizer,o único pensamento dele na hora,era salvar a senhorita Kagome. #

Inuyasha o olhou pensativo,depois desviou os olhos para a figura adormecida do seu lado.Não arredara os pés nem por um minuto desde que tinham sua face,agora mais quente e suspirou.Não importava o porquê de ter conseguido juntar a jóia.Só de ter Kagome viva já estava bom.

E tudo que eu sinto é este momento

E tudo que eu respiro é a sua vida

Porque mais cedo ou mais tarde isso irá acabar

# Ela não parece muito pálida,vovó Kaede? # Sango perguntou,olhando para a amiga preocupada

# Sim,eu sinceramente eu não sei o que vai acontecer agora # a velha murmurou com pesar

Inuyasha desprendeu os olhos da garota para fitar senhora (Senhora xD)

# Como assim,não sabe o que vai acontecer? #

# Oras,eu não sei!Isso nunca tinha acontecido antes.E o seu sangue foi tirado quando você colocou a jóia no corpo dela – Inuyasha encarou a mão enfaixada – O que eu suponho é que...#

OooOooO

O casal chegou na cabana de mãos pessoas que lá permaneciam encarou-os.

# Demoraram heim? #

# Bem,estávamos ocupados com...# começou o hanyou

# NÃO termine! – falou Sango,praticamente gritando – As crianças estão aqui! #

# Eu só tô vendo um pirralho e um pirralho mais pirralho ainda que nem consegue falar # Inuyasha murmurou,sentando-se num canto e puxando Kagome para seu sentar-se na sua frente,no meio de suas pernas.

# Não interessa! – ela pegou o filho no colo e andou lentamente até Kagome. Colocou o menino nos braços da aturdida garota

# Sango...porque você me deu ele? # ela perguntou,segurando o menino desajeitada

# Ai, ele dá muito trabalho! – ela murmurou com voz cansada – E já que você ,que vocês,ficaram fora o dia inteiro,cuida dele pra mim,tá? # ela acenou alegremente e foi puxando Miroku pelo braço

# Peraí Sango!Eu não sei cuidar dele!E ele fica puxando as minhas orelhas! #

# Dá ele pro Inuyasha então!Tchau! # e ela saiu com o marido

# Foi pra isso que nos chamaram? # Inuyasha perguntou ironicamente

# Segura ele Inu! # ela disse,esticando o menino na direção do hanyou

# Eu não!Esse pivete fica me enchendo de tapas! #

Kagome ergueu a sobrancelha #Inuyasha,ele tem um ano .Você deveria se envergonhar de apanhar de um menino tão pequeno # disse marota,ajeitando-o no colo

# É porque eu não posso bater nele! # resmungou,cruzando os braços

Kintarô esticou os bracinhos e pegou na orelha de Kagome,puxando-a fortemente.

# Ai!Menino atentado!Odeio quando pegam nas minhas orelhas! # ela reclamou,passando uma mão livre no lugar

#Você não reclama quando eu pego nelas # o hanyou sussurrou no ouvido sorriu maliciosa

# Ele gosta da suas orelhas e do Inuyasha – Shippou comentou,fazendo os outros dois o olharem – Porque elas não são humanas #

Inuyasha olhou para as orelhinhas da garota.Não,não eram humanas...

OooOooO

Inuyasha dormia ao lado de Kagome.Não desgrudava dela nunca,temendo que ela acordasse e ele não estivesse ali.Já fazia dois dias que a garota dormia e ,apesar de Kaede cuidar muito bem dela, ainda estava preocupado.

Acordou quando a luz do sol entrou na lentamente e olhou para o dormia profundamente em seus braços,que lhe circulavam pela levemente seu rosto,perguntando-se quando ela iria acordar.

Beijou-lhe a acariciá-la,agora com o quando,bem lentamente,ela abriu os olhos.

Inuyasha sentiu seu coração adormecido,voltar a seu rosto do da garota,enquanto ela acostumava os olhos à luz

# Kagome? # chamou baixinho

Oh Deus!E se ela não lembrasse dele?E se ela estivesse ainda machucada?E se ela achasse que ele fosse um inimigo?E se...

Eu só quero que você saiba quem eu sou

Eu só quero que você saiba quem eu sou

Eu só quero que você saiba quem eu sou

# Inuyasha...? # moveu os lábios,fazendo um som baixo

Inuyasha inconscientemente sabia quem ele era.

# Está bem?Está sentindo dor? # tocou sua face novamente

# Não... #

Nesse momento ela abriu totalmente os se impressão de estarem mais azuis que antes...Não,vai ver era muito tempo sem vê-los.

Mas...não!Eles estavam mais azuis sim!

Kagome focalizou o olhar e olhou atentamente o a mão até alcançar o rosto saber se não era um sonho.

# Inuyasha # ela sussurrou

Inuyasha pôs a mão na como há tempos não ,a abraçou.

Como era bom sentir aqueles braços em volta de seu corpo! Como era bom sentir ela acordada,ela -a forte,mas ela gemeu de ombro ainda estava -se e Kagome pôs a mão no ombro sussurrou desculpas e ergueu seu queixo para ela encará-lo.

# Nem acredito que você lembra de mim...# ele sussurrou,fixando os olhos nela

Ela demorou a responder

# Eu me lembro...daquele dia...-ela o olhou, receosa – o dia... # não conseguiu falar

Inuyasha entendeu

#Você está desistindo da nossa busca?# perguntou desesperado

#Eu estou desistindo de você,Inuyasha# não olhou para trás.Não demonstrou qualquer emoção na voz.

# ...que você desistiu de mim # sussurrou,olhando para o chão

Kagome sentiu um aperto no coraçã a cabeça também para não encarar o meio-youkai.

# O que mais você lembra? # murmurou ele,depois de alguns minutos em silêncio

# Bem,eu...estava voltando para a minha Era e ... – ela parou para pensar – Ah!Eu encontrei uma menininha caída no chão!Depois...hum...eu não me lembro mais...#

# Você foi possuída por Yaminotenshi e ele fez com que...você se esquecesse de mim #

Kagome olhou atentamente o rosto entristecido do um aperto,uma tristeza animá-lo,passou a mão na lateral de seu rosto e levantou seu queixo delicadamente,como ele o fez há lhe encarou com um olhar já antes visto por um olhar...

#Eu te amo Kagome –Ela arregalou os olhos surpresa e ele acariciou a face dela – E se eu não conseguir recuperar a sua memória...eu vou fazer você se apaixonar por mim de novo #

Kagome sentiu seu coração pulsar mais alto do que nunca.Sério,estava muito alto! "Ele disse que me ama!" pensou "Meu Deus,ele disse que me ama!" pensou emocionada. Como se não sorrisse há milênios,Kagome abriu um largo sorriso,com os olhos olhou-a e sorriu também,sem entender muito

# O que foi...? #

# Você...você...#

# Kagome! # ouviram um grito da assustados para a direçã corria em sua direção com lágrimas nos olhos e Sango e Miroku encaravam-na sorrindo.

# Kagome-chan!Kagome-chan! # Shippou pulou em sues braços,causando-lhe uma dor aguda na região do ombro e um gemido percebeu.

# Ô pirralho sem noção! – Inuyasha pegou o pequenino pelo cabelo e colocou no chão – Não está vendo que ela está machucada?! #

# Kagome-chan! – o youkaizinho chamou numa voz manhosa,soltando-se do outro e correndo –um pouco mais delicado- para os braços da garota – Kagome-chan!Me desculpe!Mas eu estou tão feliz em te ver!Faz mó tempo que você não acorda e o idiota do Inuyasha não saia do seu lado e me deixava aproximar! # falou rapidamente

Kagome olhou para o meio-youkai.Não saiu do seu lado...Ele estava olhando bravo para o pivete,mas quando percebeu os olhos dela sobre si, corou e desviou o olhar emburrado para o chã sorriu "Obrigada Inu"

# Você está bem,Kagome-chan? # perguntou Sango,ajoelhando-se ao lado dela

# Sim, obrigada! #

# Você nos preocupou muito,senhorita Kagome # disse Miroku

#Oh,Miroku!Me desculpe! # continuou sorrindo apesar da dor que sentia ao fazer isso

O casal e o youkai começaram a falar animadamente sobre diversos assuntos,enquanto Kagome tentava escutar atentamente,já que ainda estava muito fraca e morrendo de falar com Inuyasha,saber se era verdade mesmo o que ele disse mas os amigos não paravam de falar.

Inuyasha continuava olhando-a. "Bando de inúteis!" pensou revoltado.Só servem para atrapalhar!Não queria demonstrar,mas era impossí tão feliz por ter Kagome de volta!Sentia tantas saudades,tanta vontade de abraçá-la,de dizer que a amava de novo.

Bom,isso poderia estava ali agora

E só isso importava.

Passaram-se alguns dias desde que Kagome a maior parte do tempo ela permanecia dormindo e quando estava acordada,reclamava de dor nos olhos e dentes,confirmando as suspeitas de Kaede.A garota saía pouco mas adorava quando o fazia,já que seus amigos a divertiam nunca saía de seu lado,tanto quando estava acordada,quando estava dormindo.E isso ela o sentia ali.E ficava muito feliz.

Apesar de passar tanto tempo juntos,ela não conseguiu falar o que queria.Às vezes tinha vergonha,ou perdia a coragem e também não queria falar perto dos dizer que também o todo o coração.Só faltava o momento certo.

Numa noite,deitada no futton ,Kagome não conseguia dormir.A dor,não em seu ombro,mas no corpo todo,era insuportá -se de um lado para o outro,incomodada,até que não gemer ou respirar mais rápido,pois saberia que Inuyasha acordaria e viria ajudá-la.Não queria preocupá-lo,afinal,ele só vivia pra ela que ele descansasse um pouco, ão,levantou-se muito silenciosamente ,e andando pé ante pé, saiu da cabana.

Parecia que a dor aumentara,agora do lado de cegamente até o que parecia ser o começo da floresta e encostou o corpo contra uma á as mãos à cabeça e apertou as laterais com força,tentando amenizar a -se,começando a socar a árvore.Não agüentou,e deu um grito de novamente,sentindo seus olhos raiva imensa queimou em sua garganta,suas mãos,seu novamente,arranhando ruidosamente o tronco.

Sentiu a presença de alguém atrás dela e virou bruscamente a cabeça,reconhecendo apenas dois olhos dourados olhando-a mesmo tempo em que queria atacá-lo,arranhá-lo todo; queria que aquilo tudo acabasse,que ele parasse de olhá-la daquele de novo e num piscar de olhos,braços envolvia-lhe a cintura fortemente por trás,enquanto Inuyasha sussurrou

# Já vai acabar #

Isso lhe acalmou todas as forças de seu corpo esvaírem e só lembrou de ter desmaiado nos braços de quem mais confiava.

# Ela só precisa descansar agora # suspirou Kaede

# Ô velhota!Você tem certeza que ela está bem? # perguntou o hanyou

# Sim, te falei que isso ia acontecer,lembra? #

Ele suspirou,cansado #...só não achei que fosse tão...#

#...violento né? # completou Miroku

Todos ficaram ouvido o grito de Kagome e Inuyasha quase se bateu por não ter percebido que ela tinha saí chegaram ao começo da floresta,Inuyasha na frente,encontrou Kagome estilhaçando uma á ela o olhou,os olhos vermelhos,o meio-youkai se lembrou-se de todos os momentos quando isso lhe acontecia e ela estava lá para acalmá-lo.E foi isso que ele fez,antes que ela desmaiasse nos seus braços.

#Vovó Kaede,tem uma coisa que eu não entendo...- começou Sango – Aquele feitiço de memória era muito forte. Como Kagome consegue lembrar do Inuyasha agora que está passando por essa fase? #

# Talvez,quando a vida de Kagome estava se esvaindo,o poder do feitiço tenha enfraquecido.E o amor de Inuyasha por Kagome conseguiu reverter o que restava do feitiço # a sacerdotisa disse

# E...como vai ser daqui por diante? # o pequenino perguntou,os braços circulando o braço da garota adormecida

# A Kagome irá sofrer... – disse a velha – E não vai ser fácil pra nós também #

Kagome acordou no dia seguinte um pouco zonza. Colocou a mão na cabeça,sentindo-a pesada e ergueu o olhar,encontrou o olhar de Inuyasha;tinha uma expressão dura e intensa no rosto quando se ajoelhou na sua sentou-se,ele não se -se por longos minutos,quando a garota sentiu tudo desabar e começou a chorar copiosamente,enquanto braços fortes lhe abraçavam carinhosamente.

# Inu...não sei o que está acontecendo comigo...# disse com a voz abafada,o rosto encostado no peito do rapaz

# Eu estou aqui Kagome.Não se preocupe. #

Precisava explicar para explicar que agora ela tinha sangue youkai.

Passaram-se seis meses desde aquele dia fatí não teve mais nenhum "ataque" depois agora suas mudanças já eram visí caninos tinham ficado mais pontiagudos e suas unhas,da noite para o dia,cresceram mais de três centí olhos,já reparados por Inuyasha,tinham ficado mais claros.E pequeninas orelhas negras youkais nasciam no topo de sua cabeça,dando lugar as suas humanas.

Tinha ficado mais sensível a cheiros e sons,já que tudo havia sido triplicado.E seu humor també dizia que era por causa de sua mudança mas os outros (Descobriram que Sango estava grávida de mais ou menos uns quatro meses) concordaram que era a influência de ficava mal humorada por pouco e muitas vezes queria ficar sozinha.O que contrastava com o que sua personalidade sempre foi:bondosa e a extremos,mas geralmente conseguia se controlar.

O meio-youkai,apesar de estar feliz pela amada,não conseguia deixar de pensar no preconceito que ela viveria.Não era humana e nem youkai ser infeliz,afinal não foi sua escolha se tornar uma meio-youkai.E o que a família diria quando a visse assim?Kagome iria sofrer muito.

Mas Kagome mostrara-se o contrário de tudo o que sentia-se tão feliz e grata por ele não ter medido esforços para salvá-la,que nem se lembrou de não ser de uma raça definida,aliás nem se importava com na vila levaram a mudança na boa e sua família,apesar do choque inicial,ficara feliz por sua menina estar feliz também.

Ela agora quase nunca ia à sua Era.Não ia mas à escola atual e sim a escola da vila,onde ela vivia o que aprendia antigamente em história.E Inuyasha,como prometera,sempre estava lá para -se normalmente agora,afinal,depois de tudo o que passaram,mereciam ao menos estarem juntos.

Mas o que mais mudou e o que mais tentou esconder,foi sua libido.Nunca sentira tanto desejo assim antes.E quem era mais admirado por seus olhos era lábios,orelhas,olhos,peito...tudo era motivo de sentir falta de ar e corar imensamente de vergonha por seus pensamentos impró momentos de reflexão - os quais que ela tentava não pensar no meio youkai – fizeram-na pensar se Inuyasha se sentia assim também. (xD)

Foi quando,numa noite onde a luz da lua brilhava por entre os campos,aconteceu.A primeira vez bocas,tão acostumadas uma à outra,pediam contato,mais carícia,mais puro,como uma primeira vez dessa foi extremamente delicado com depois da primeira...a delicadeza já não era mais necessá se tornando desesperada,violenta e eles gostavam.

Ah, se gostavam.

OooOooOooO

# #

Piscou para a garota tentando se lembrar do que ela estava falando

# Não adianta fingir que estava me escutando seu bobo – ela disse com a expressão levantou a sobrancelha,fazendo-a rir – O Kintarô dormiu e Shippou vai cuidar pra Árvore? #

Ele acenou com a cabeça. Chegaram ao local: a Árvore o lugar que mais ficavam lá que ele ensinava a ela como se defender;faziam amor;observavam o nascer e o pôr do rapidamente seus galhos –Inuyasha mais rápido – e sentaram-se lado a pousou a cabeça no ombro dele,enquanto as mãos masculinas lhe circulavam as costas.

# Foi aqui que nos conhecemos # ela suspirou

# É #

# Tivemos tantos momentos bons com essa árvore #

# É #

# Dá pra você falar mais do que é? # pediu,elevando a voz

# É #

Ela estreitou os olhos # A noite está bonita né? #

# É #

# A lua brilha...#

# É #

# O Sesshoumaru é lindo também...#

# É – ele pensou no que disse – O quê?! #

Ela ria # Sabia que você ia cair nessa! #

Ele soltou a cintura dela e cruzou os braços # Affeh,bruxa!#

# Hum...Inu! – circulou o pescoço dele com seus braços – Era brincadeira! #

Ele virou o rosto, sorriu e pegou o seu rosto,virando-o para -o levemente nos lá ela abriu os olhos,ele a olhava com os olhos semi cerrados mas um sorriso brincava em sua boca

# Você acha que resolve tudo com um beijo? #

Ela o beijou de acrescentou # Não,com dois # sorriu

Ele sorriu com ela,sem conseguir a abraçar a sua cintura enquanto ela deitava a cabeça na curva de seu pescoço.

# Eu amo você Inu # ela sussurrou

Ele sorriu contente # Eu também Kagome #

# Queria ter escutado quando você disse isso pela primeira vez # ela disse,meio entristecida

# Não importa. #

# Às vezes,queria que aquele tempo simplesmente não tivesse ocorrido # ela suspirou

# Eu não - ela o olhou virou o rosto para ela, sua face. – Pois foi exatamente ali que eu descobri o quanto eu amava você # respondeu simplesmente

O coração dela palpitou mais sorriu,desarmada pelas palavras do amado

# Descobriu? # perguntou,olhando os olhos dourados

# É - Inuyasha sorriu,voltando a encostar a cabeça no ombro dele,as mãos agora entrelaçadas

Um amor descoberto.

Fim

Ahhhhhh que final tosco!xD Bom,mas como é o nome da fic \o\

Último capítulo...quem diria?Há nove meses (nove? .-. ) eu só pensava em escrever uma fanfic,postar,ver como era receber reviews.É um mundo totalmente novo!Eu esperava ansiosa pelas reviews,queria responder,adorava escrever a fic (quando a preguiça dava um tempo xD).

Mas acho que escrever uma história de amor,principalmente na era Feudal,é muito difí eu nunca amei alguém de verdade (a não ser minha família e amigos,mas vocês entenderam xD). Mas hoje eu vejo que é muito triste terminar uma fanfic...(eu sou muito contraditória xD)

Mas enfim,muito obrigada a todos que leram essa fic e especialmente quem gastou um tempinho a mais para deixar review!

Estou escrevendo uma nova fic,que dessa vez vai ser U.A. \o\ Vai ser pequena,no máximo,oito capítulos e pra felicidade de vocês,eu só vou postar ela ão,vocês não vão precisar esperar meses e meses por um novo capítulo porque já vai estar tudo pronto x)

Espero que vocês tenham gostado e que comentassem,mesmo que o e-mail que eu posso responder qualquer dúvida,sugestão,carta bomba,etc.

Muito obrigada mesmo!

Músicas: 1°- Open Your Eyes,Snow Patrol(tema de E.R. xD)

2°-Íris,Goo Goo Dolls (tema do filme Cidade dos Anjos )

Respondendo as reviews:

Anneke x3: Caraca menina!Amei a sua review!xD Obrigada por todos os elogios,fiquei muito feliz!Sorte a sua que você pegou o capítulo pronto né?Todo mundo fala que eu demoro muito pra postar!¬¬ Não sei porque \o\ Sabe que eu acho a mesma coisa?Outro dia eu tava lendo o mangá dezessete(ou dezesseis?),aquele que a Kikyo beija o Inu (¬¬) e tipo eu pensei "No anime inteiro o único beijo foi o da Kikyo e do Inuyasha!Isso é um absurdo!" Os homens tem que sofrer!Não é verdade?xD Inu na minha fanfic tá pagando todos os pecados que ele fez no anime,no mangá e em todas as fanfics do mundo!Huahauhauahuaha Bom,eu tenho muito que te agradecer - Porque...bem...eu não sabia que o Inu não poderia fundir a Jóia!xD Então,eu dei uma explicação super furada nesse capítulo aqui!Ah,mas o que importa é a intenção!(?) MALDIÇÃO!Ah,eu adoro também!xDD Mas quando eu tô nervosa,eu falo é C... mesmo!xD Não acho vc louca não pode deixar! o/ Adorei você!Espero que você goste desse capítulo! . Comente se puder! \o\ Beijos!

Sacerdotiza: Sacerdotiza! \o/ Nhai!Não matei não! \o\ Nanda chan - Nossa sacerdotiza-chan eu só tenho a agradecer a você!Sempre esteve aqui (nos capítulos xD) e na sua primeira review vc falou que ia continuar mandando...e não é que foi verdade?Hehehe D.N.S.I fundado!Hahahahaha Hoje eu chorei com o último episódio de Kaleido Stage T.T Foi tããão lindo! (que comentário nada a ver õ . ô ) E espero que vc comente!Beijos Sasá!

Manu higurashi: Nossa,eu já falei que adoro deixar todo mundo curioso? xD (um monte de pedras vem na minha direção) Ai!Era zueira! (as pedras param sozinhas no ar e caem xD) Que bom que eu consegui te emocionar Manu!Eu sei q o final tá uma droga,mas espero q seja do jeito que você estava imaginando (nanda com medo e ansiosa também x) Beijos!

Naninhachan: Gente nova! \o/ Pena que você só chegou no penúltimo capitulo ó . ò Hahaha mas foi melhor pra vc,quase pegou tudo já pronto!xD Não morreram não,não se preocupe! \o\ Espero q vc goste do !

Dani Higurashi: Sim,sim!Eu sou má!Eu admito!Muahuiahuamuha xD Tinha que dar uma emoção né?Hehehehe A sua ansiedade pode acabar!Espero que você goste desse capítulo o/ Beijos!

Ludy-chan: Nhááá!Eles não morrem não! \o\ E tem hentai!Fiz o que você me pediu!xD Se vc me bater,eu mando o Sesshoumaru te bater (ele está me devendo um favores xD) Hahahah zueira!Não me bate não!Bom eu não te achei louca não!xD Acredite,eu falo com gente muito mais louca que qualquer um! O . O Ah sim!Obrigada pelos elogios!Que mais...ah!Vai ter continuação sim! lol e eu já tenho até idéia de onde vai ser Muahuamauaha Inté!Obrigada por comentar!Beijos!

Jack chan: Oh!Estou falando com a mais nova escritora de fanfics! Palmas! \o/ Jack x) Vai com tudo garota!Posta a sua historia logo!Hahahahaha A escola nova tá boa!Tô zuando muito!xD E a sua sala doida como está?Pô Jack,queria te agradecer também x) Vc tem comentado na maioria dos capítulos!E sempre palavras de afeto!(¬¬)hauahuahua Te adoro!Beijos!

Yejinii Kindim: Final feliz!Final feliz! \o/ Nhai amiga!obrigada por comentar!Beijos!

Luisao: Oie!Hahahah ia reclamar é?Eu tava com um pressentimento e por isso postei!xD Surpresa fiquei sim!Nunca esperava O . O Hahaha adorei os cuecas!xD Eu to fazendo outra sim! ) Mas eu vou acabar de escrevê-la par depois postar!xD Ah,e tem outras minhas que são one-shot,não sei se vc já chama "O homem do Elevador" e a outra é a continuação, "Molhados" xD os nomes são zuados mas acho q tá legal! x) Se quiser dar uma passadinha,fique a vontade o/ Apareça sempre!Adorei seus comentários!Beijos!

Kaori-sann: Eu sempre faço isso com vc? Ah,desculpa!Hehehe Eu tento não fazer mas acabo fazendo xD Que nem aqui em cima: Final feliz!Final feliz! \o/ Beijos! Comente se gostar!xD

Soraa: Hahahaha todo mundo mó triste,falando q tá com pena do Inu e da Kagome,aí chega uma menina louca e começa a rir!xD hahaha Nakama só vc msm!xD Mas também,eu do outro lado,rindo que nem uma demente e vc fazendo as vozes do Inu e da Kagome mt zuadas!Quem não ia rir? (Etevaldo levanta a mão lá no fundo) (Pepa joga um sapato nele xD) Vc já leu o hentai,eu já te contei o final...não tem graça!Ah,mas qd vc tiver tempo na sua agenda de estudos comenta tá? D Tá tudo bem lá na escola Mi?Ei,vai ter evento lá na Liberdade?Beijos!

Bom,gente,então é isso!Amor Descoberto acabou! \o/ daqui há algum tempo eu apareço com uma fanfic por aí!Até lá...ja ne!

Beijos!

Nanda Yukimura (dando tchauzinho,com uma cara aliviada e um sorriso bobo no rosto)