Lady and the Tramp

Capítulo 14

- Shaoran e Sakura estão aonde? - Ele exaltou, encarando os olhos marejados de Tomoyo.

...

- Meu amor, ponha o cinto. - A socialite alertou o namorado, puxando o cinto em volta de sua cintura. - Chegamos à China!

zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

Sakura apertou, involuntariamente, a mão de Shaoran ao ouvir a permissão de descer da aeronave. Ele levantou primeiro, conduzindo-a por todo o caminho até pararem perto da saída de um dos portões de desembarque, onde a socialite reconheceu a figura de um senhor alto e bem magro, parecia ser Wei, o "pai-postiço" de Shaoran, o namorado tinha lhe mostrado várias fotografias de sua infância e esse senhor estava na maioria.

Wei tinha junto a si dois carrinhos, onde estavam as malas do casal. O olhar que ele lançou a Shaoran foi tão paternal, que Sakura sentiu um aperto saudoso no peito, sua preocupação com Tomoyo e os pais de acentuava a cada minuto.

- Wei... - Shaoran abraçou Wei, de um modo desajeitado, pois ele ainda prendia a mão da namorada. - Essa é a Sakura, Sakura Kinomoto.

- Como vai? - Sakura recuou, quando Wei deu uma piscadinha a Shaoran.

- Senhorita Kinomoto. - Ele cortês, beijou a face de sua mão.

- Só Sakura, sim? - Wei assentiu, e ela teve a estranha sensação de que eles se dariam muito bem.

zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

Wei dirigia um enorme e comprido carro preto, e conversa com Shaoran.

- A senhora Li esta confusa e devo confessar que também estou, Xiao Lang. - Shaoran encarou os olhos idosos pelo retrovisor, enquanto afagava os cabelos da adormecida Sakura.

- Confusos... ou surpresos? - Ele soltou uma risada baixa. - Acha que mamãe vai gostar dela?

- Sua mãe aprovará aquela que lhe fizer feliz, você sabe disso. - O senil senhor balançou a cabeça ao estacionar. - Melhor acordá-la.

zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

Tomoyo encarava Eriol, que discutia em chinês pelo celular. Então, ele finalmente desligou e voltou-se para a morena, que mantinha as pernas cruzadas sobre a cama.

- O que está acontecendo, Eriol? - Sua voz fanha pelo choro, tinha um tom sóbrio. - O que, diabos, todos estão escondendo?

A Kinomoto ouviu Eriol murmurar um "Shaoran escolheu assim", e fixou sua atenção nos olhos azuis do inglês. Ele suspirou alto demais e assentiu, como se dando por derrotado.

- Tomoyo... Sakura está em Hong Kong com Shaoran, conhecendo a família dele. - Os olhos de Tomoyo se estreitaram e Eriol continuou. - Os Li são um clã muito, muito rico. E não só eles, minha família e os Long, pais de Jake, são sócios em várias empresas e controlam uma grande porcentagem da Bolsa.

A morena jogou a cabeça para trás, tentando assimilar as idéias. - Está querendo me dizer que, você, Shaoran, Meiling e Jake são ricos?

- Milionários, para falar a verdade... - Ele deu de ombros.

- E a minha irmã está com Shaoran na China? Os dois, sozinhos...?

- Acredito que Shaoran está apresentando-a para a família. - Os olhos azuis encaravam os travesseiros estampados fazendo um pequeno sorriso brotar em seu rosto. - Pernalonga e Patolino?

A pele albina de Tomoyo corou, causando risos no britânico.

zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

Ao entrar no grande e iluminado hall, Sakura pode ter uma clara noção de que Shaoran não estava exagerando quando falou da fortuna Li, as cores exuberantes desciam como uma delicada chuva na forma de cortinas, o piso refletia a imagem, iluminando o cômodo e enchendo-o de vida, os poucos móveis mostravam elegância e os espelhos de parede inteira finalizavam a decoração.

Pelo reflexo do espelho, Sakura viu os empregados carregando as malas para o andar superior, a escada, longa e suntuosa, parecia não ter fim. O vestido azul que ela usava, com um cinto na cintura, parecia simples demais comparado as roupas que usavam as mulheres que se aproximavam.

- Xiao! Você voltou! - Elas falam em coro, como se fossem a mesma pessoa, eram quatro. Todas ruivas e igualmente bonitas, apertavam as bochechas de Shaoran, e puxavam seus braços para todas as direções.

- Calma... Meninas, larguem seu irmão. - A mulher esbelta e morena ordenou, descendo as escadas com uma sofisticação majestosa, seu vestido chinês tinha detalhes pratas na gola e na barra, o tecido preto ressaltava a cor de seus cabelos. Com certeza, ela não aparentava ter filhos da idade e Shaoran e das gêmeas. Ela parou na frente do filho, analisando-o com extremo cuidado, por fim abriu os braços, elaçando-o num terno abraço maternal. - É bom tê-lo de volta, meu menino.

- Mãe, quero que conheça uma pessoa - Os dois viram-se para Sakura, que mexia freneticamente nas mechas de cabelo que caiam-lhe pelo rosto. - essa é Sakura Kinomoto, minha namorada.

- Flor de Cerejeira, - a mãe de Shaoran acariciou seus cabelos. - seja bem-vinda. Sou Yelan Li, imagino que vocês precisem de um bom descanso, não é? Wei pode providenciar isso?

Zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

Sentada na macia e grande cama, Sakura encarava o visor do celular: 15 chamadas perdidas - Tomoyo.

- Droga, - a rediscagem dava sinal, mas sempre caindo na caixa, até que o riso alegre da irmã atendeu. - Tomoyo, qual é seu problema, hein?

- Ah! O meu? Sou eu que estou na China?

- Sem sarcasmos... Acho que eu te devo explicações, não é?

- Se for falar da família do Shaoran, poupe sua saliva. O Eriol já me contou.

- Que fofoqueiro!

- Pelo menos, alguém me põe a par, se eu fosse esperar a sua boa vontade, já estaria estirada no chão. Faz noção do quanto me deixou aflita, sua maluca?

- Tomoyo, desculpe...

- Por Edward, Sakura! Você é uma desmiolada, como vai saindo do país assim, sem mais nem menos?

- Não se esqueça de já tenho a maior idade, sis. Agora, vai me deixar falar?

- Sim.

- Conheci a mãe dele, vou ficar só uma semana aqui, não é caso para alarde.

- Hum...Senhorita, imagino que vá ligar para o papai e contar tudinho, não é? Porque se você pensa que eu vou segurar sua barra aqui, está muito enganada. Se você tem cara de ir até a China sozinha, você pode assumir suas responsabilidades também.

- Já estava planejando isso... Ai Tomy.

- Bom... Muito bom mesmo!

- Por falar no papai, tem alguma noticia do bebê? Faltam só três meses, não é?

- É, é sim! Bom, a mamãe ligou ontem, para dizer que o Yukito e a Nattie estão pensando em ir morar na Europa, e o Touya e a Bruna, obviamente, vão junto. Então, eles vão esperar o bebê nascer e fazer um jantar de despedida. O papai está imperativo com a idéia de ter uma criança chorando pela casa e está fazendo planos de comprar uma nova casa no interior e nos deixar morando sozinhas aqui em Tókio, assim ninguém sofre com a "crise do ninho vazio".

- Morando sozinhas? Tomy, isso é serio?

- Super sério, Sakurinha. Agora, imagina como o papai vai confiar em você depois dessa que você aprontou? Ele vai estrilar mana!

- Tomoyo... Aiaiai...

zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

N.A.: Oie leitores! Cá estou eu, de volta com mais um capítulo...Eu terminei já faz algum tempo, mas eu queria complementá-lo e no final acabei deixando no suspense mesmo. E neste capítulo, a nossa revisora mais-querida-do-mundo, a Nattie, não pode revisar. Ela está sem net, e então vamos ignorar todos os erros ortográficos que a Nattie não pode consertar. Ah, também queria dar uma super sugestão para vocês, a fic Como La Luna, da Milla Masen Cullen, é mara! Eu estou encarregada da revisão, e estou amando a fic! Quem quiser conferir, não irá se arrepender! Gente, por último, não se esqueçam de fazer uma pessoinha feliz e comentar!

Reviews:

shiinigami': Oiie, bom imagino que como eu você é bem romântica, né? Porque eu também acho a coisa mais fofa do mundo ver o Syao apaixonado! Rsrsrs... Agora eu vou colocar mais cenas românticas, com direito a declarações e tudo! Obrigada pelo apóio! Beijoss

Katryna Greenleaf: Oi Katry! Nossa, estou completamente viciada na sua fic, Eu pego esse Homem! É muito boa! Mas, então... O que achou da recepção da família Li? Será que iram aceitar a Sakura? Hum...O que você achou? Beijos

Natsumi Shimizudani Yamashina : Amore! Agora estamos mais perto de cidade, e mais longe na net, não é? Quando você volta, hein? Tô morrendo de saudades! Hey, julho a senhorita vem mesmo? Beijoss e te amoo

Naty Li : Oie, então, o que você achou da primeira impressão da Sakura e da Yelan? Esse capítulo também ficou curtinho, né? Mas, eu preferi postar assim do que deixar vocês esperando... Ah, eu adoro a sua fic, Um anjo em minha vida! É linda demais! Bom, obrigada e espero que você goste desse capítulo também...Beijos

melguinha3 : Olá, obrigada pelo apóio! Você gostou desse capítulo?Hey, a minha irmã adora sua fic, Destino. Beijos

Yume no Yoru : Oiie, você pegou nos últimos capítulos? Mas, tá dando para acompanhar, né? Qualquer duvida, é só perguntar, ok? Vou ficar muito feliz em responder XD... Ah, nós somos xarás, meu outro nome é Marina, e também nasci em dezembro! Só sou dois aninhos mais velha que você, mas esses detalhes de idade não contam, Rsrsrrss Beijoss

Thata: Oi, que bom que você gostou! E desse, que tal? Aii, eu adoro ler fics que me deixam viciada... Rsrsrrs É sempre tão legal! rsrsrs Beijoss

: Oii, que bom que você tá gostando da fic! Espero ver você aqui nos próximos capítulos! Beijos

Então é isso pessoal!

Beijos