Capítulo 41 = Casamento

Três dias depois...

Inuyasha e Miroku estavam com kimonos pretos muito elegantes e esperavam pelas meninas. Como Miroku ia se casar também, Kaede faria a parte religiosa

-Miroku cadê elas? – sussurra Inuyasha

-Fica calmo Inuyasha, noivas se atrasam mesmo – fala no mesmo tom de voz

-Queria saber o porquê disso

-Elas pensam nessa hora se vale a pena se casar - fala Kaede

-Mas o que é que o Sesshoumaru está fazendo aqui? – pergunta ao ver o meio-irmão conversando com Chase

-Inuyasha acalme-se – fala segurando a manga do kimono dele – Esquece tudo, hoje é o dia dos nossos casamentos

-Você tem razão, não vou me incomodar

-Inuyasha – chama uma voz infantil

Ele olha para o lado e vê uma garotinha com cabelos brancos que iam até um pouco abaixo do ombro, pele morena e olhos arroxeados que usava um kimono lilás com desenhos de flores brancas

-Oi Shiori – fala Inuyasha e a pega no braço

-Vocês estão muito bonitos

-Você também está muito bonita

-Eu peguei pra vocês – fala mostrando duas flores - Kagome disse que é pra colocar no kimono – ela coloca uma flor no kimono de Inuyasha e outra no de Miroku – Prontinho

-Escuta Shiori, você foi onde estão as noivas?

-Fui

-E como elas estão?

-Empolgadas

-E?

-Bonitas

-Inuyasha, não force a menina a contar como elas estão vestidas – diz Miroku

-Eu não tive essa intenção

-Me engana que eu gosto. Nos últimos dias você fez o possível e o impossível pra ver o vestido da Kagome

-Só fiquei curioso pra saber como era

-Vou fingir que acredito nisso

-Inuyasha desculpa, ela está incomodando? – pergunta a mãe de Shiori ao chegar perto deles

-Tá nada, ela está me distraindo um pouco enquanto as noivas não chegam

-Pois pode deixar disso que sua noiva estará aqui daqui a pouco – fala pegando a filha nos braços e depois indo pra onde estavam os outros convidados

Sango e Kagome aparecem vestidas de noivas com uma maquiagem bem leve, algumas flores ornamentavam os cabelos e a pele delas estava bem rosada. Os convidados ficaram boquiabertos e os noivos mais ainda pela beleza das duas. Elas começam a andar na direção dos noivos num passo meio lento que deixava a todos os convidados verem como elas estavam.

-Miroku me segura que eu vou cair pra trás – sussurra Inuyasha

-Pois somos dois, meu amigo

Elas ficam do lado dos seus noivos e começa a cerimônia (n/as:gente eu não sei muito o que falam nessas horas do casamento então demos uma improvisada básica)

-Nós estamos aqui pra realizar o casamento desses dois casais que já passaram por muita coisa desde que se conheceram e nem por isso se separaram – fala Kaede – Miroku você aceita Sango com sua esposa pra amar, cuidar e proteger na até o último dia de sua vida?

-Nunca recusaria isso – fala sorrindo

-E você Sango aceita Miroku como seu esposo pra amar, cuidar e proteger até o último dia de sua vida?

-É claro que aceito

-Inuyasha, você aceita Kagome como sua esposa pra amar, cuidar e proteger até o último dia de sua vida?

-Eternamente sim

-E você Kagome aceita Inuyasha como seu esposo pra amar, cuidar e proteger até o último dia de sua vida?

-Hum,deixa eu pensar um pouco...

-Kagome!

-É claro que sim

-Então eu vos declaro marido e mulher. Podem beijar as noivas

Eles dão um selinho nas noivas

-Os beijos mais safados ficam pra mais tarde – sussurra Inuyasha

-Com certeza – fala Miroku

As pessoas começam a assoviar e bater palmas, jogar arroz ou pétalas de rosas nos noivos. Só que uma pedrinha atinge a cabeça de Inuyasha e ao olhar pra trás ele vê Shippou fazendo uma falsa cara de inocente. Os recém casados e mais alguns casais ficaram dançando enquanto as outras pessoas conversavam ou comiam as guloseimas da festa

-Você está linda Kagome – fala Inuyasha

-Eu fiz tudo isso pra você

-Jura?Então eu sou muito sortudo

-Queria que minha mãe estivesse aqui pra nos ver casando

-Eu sei e tenho uma surpresa pra você

-O que é?

-Você verá

Inuyasha olha pro meio dos convidados e de algumas pessoas vem na direção deles. Kagome olha também e vê quem menos esperava bem do seu lado

-Okaa-san! – fala Kagome e abraça a mãe

-Oi minha princesa – fala a mãe de Kagome com lágrimas nos olhos – Achou que eu iria perder seu casamento é?Mas nem que o mundo acabasse

-Que bom que veio, e cadê o Souta?E o vovô?

-Estão por aí pela festa conversando, mas parabéns meu amor

-Obrigado mãe. Inuyasha – fala e abraça o hanyou – Obrigado – fala chorando

-Não chora não, você tá tão linda – fala Inuyasha enxugando as lágrimas dela

-Seu esposo tem razão, não chore e aproveite a festa – fala a mãe de Kagome

-Eu não consigo parar, a emoção é muito grande pra segurar – fala se afastando um pouco de Inuyasha e enxugando as lágrimas

-Nee-chan – fala Souta e abraça Kagome

-Souta – fala abraçando o irmão chorando mais ainda – Ojii-san – fala ao ver o avô do lado da mãe

-Kagome não chora ou vai acabar morrendo desidratada – fala Chase

-Vira essa boa pra lá Chase! – fala Inuyasha

-Olha o Sesshoumaru te mandou parabéns pelo casamento

-O Sesshoumaru o que? – pergunta incrédulo arqueando a sobrancelha

-Te mandou parabéns, bom eu acho, ele disse alguma coisa parecida com isso

-Chase você ficou louco ou surdo?Nunca na vida o Sesshoumaru me desejaria parabéns

-Só estou dizendo o que eu ouvi. Kagome você vai acabar desidratada se continuar chorando assim. Você não devia ter trazido eles Inuyasha, sua esposa vai criar um rio de lágrimas por aqui

-Chase quer parar de estragar meu casamento?Arruma outro pra encher o saco

-É que tá todo mundo ocupado sabe, só sobrou você

-Ah eu meu mereço isso

-Seu pai ficaria muito feliz por você Inuyasha

-Porque você acha?Eu nem o conheci e nem ele me conheceu, porque acha que ele estaria feliz por mim?

-Porque ele é seu pai e gosta muito de você, tanto que morreu no dia que você nasceu pra te dar à vida de novo

Inuyasha ficou meio paralisado sem saber o que dizer

-Kagome para de chorar – pedia Chase ao vê-la chorando ainda mais

Shippou chega onde eles estavam e vê a situação

-Inuyasha, você mal se casou com a Kagome e ela está chorando por sua causa – fala Shippou

-O que?Ela está chorando de felicidade

-Pra mim é de lamentação por ter se casado com você – fala uma voz vindo de trás dele

-Cala a boca lobo fedido e, aliás, o que está fazendo aqui? Eu não te convidei!

-Quem convidou foram a Sango e o Miroku. Quem são essas pessoas?

-A família da Kagome. Me dão licença um minutinho? Chase fica de olho na Kagome e não deixa esse lobo fedido chegar muito perto dela

-Sim senhor – fala Chase e dá um soluço

-Chase você bebeu foi?Tá parecendo um doido

-Inuyasha não implica com o Chase – fala Miroku se aproximando deles com Sango

-Eu já tava mesmo indo falar com você, porque convidou o Kouga?

-Por que eu quis, simples assim

-Vocês querem que eu tenha um ataque de nervos no meu casamento é?

-Não, quero que você aprenda a se controlar

-Eu por acaso atirei pedra na cruz pra merecer isso?Meu Senhor

-Amém – fala Chase

Enquanto os homens tinham essa conversa animada, as mulheres recebiam os parabéns e alguns presentes de casamento

-Parabéns Kagome – fala Ayame e dá um abraço nela

-Obrigado Ayame – fala retribuindo o abraço

-Saiba que não fiquei pra trás viu, vou me casar com o Kouga também

-Jura? Parabéns e felicidades

-Obrigado, eu trouxe um presente pra você

Um casal de lobos brancos aparece do lado de Ayame, cada um com um buquê de flores roxas na boca. Ayame pega um dá a Kagome

-Considere como um tratado de paz por tudo o que aconteceu

-Tratado aceito com prazer – fala pegando o buquê – Obrigado

-Também te trouxe um Sango – fala e dá outro buquê a Sango

-Obrigado Ayame e parabéns pelo casamento com Kouga

-Kagome o que está havendo entre eles? – pergunta a Sra. Higurashi ao ver Inuyasha e Kouga quase a ponto de pularem um em cima do outro

-Liga não mãe eles são assim mesmo

-Parecem crianças – fala Ayame

Elas começam a rir. Depois de um tempo os convidados vão embora e Inuyasha leva a família de Kagome de volta para a sua época (n/as:não botamos se não o capítulo ficava grande, mas quem pegou o buquê das noivas foram Ayame e Rin e adivinhem pra quem Rin deu?Pro Sesshoumaru!duh!)

-Acho que todos foram embora – fala Kagome

-Eu pelo menos não vi mais ninguém – fala Sango

-Estou morta de cansaço – fala tirando os sapatos e se sentando na sombra de uma árvore junto com Sango

-Já vai anoitecer e cadê os meninos?

-Inuyasha foi levar minha família através do poço e Miroku bom eu acho que ele foi acompanhar vovó Kaede porque ela estava levando muita coisa

-Ficamos sozinhas no primeiro dia de casadas, não dá certo uma coisa dessas – fala Sango e olha pro céu

Inuyasha e Miroku aparecem

-Desculpa a demora – fala Miroku – Podem perdoar a gente?

-Hum... – Kagome olha pra Sango que faz um sinal positivo com a cabeça – Sim com uma condição – fala Kagome

-Aceito qualquer uma – fala Inuyasha

-Que levem a gente nos braços, porque não queremos mais andar – fala Sango

-Por mim tudo bem

Inuyasha pega Kagome nos braços e Miroku a Sango e eles vão andando.

-Pra onde vamos? – pergunta Kagome

-Vocês vão ver – diz Inuyasha – Mas fechem os olhos

-É uma condição justa

Elas fecham os olhos e depois de um tempinho andando eles as colocam no chão

-Se vocês fizeram isso só pra nos colocar no chão vão se arrepender – fala Kagome

Elas abrem os olhos e veem duas casas que ficavam a uns 6 metros de distancia uma da outra e entre elas uma árvore enorme faziam sombra entre as casas

-Surpresa – falam os dois ao mesmo tempo

-São nossas? – pergunta Sango

-São e vocês deviam agradecer, ficamos dia e noite trabalhando pra essas casas ficarem prontas – fala Inuyasha

-Que amor – fala Kagome abraçando Inuyasha – Mas qual é de quem?

-A da direita é nossa e a da esquerda da Sango e do Miroku

-Podemos entrar? – pergunta Sango

-A casa é de vocês fiquem a vontade – fala Miroku

Elas entram nas casas e começam a olhar o que tinha dentro detalhe por detalhe enquanto os meninos ficavam do lado de fora conversando. Elas saem e pulam nos braços dos esposos

-Estão lindas – fala Kagome e dá um beijo em Inuyasha

-Agora diga que não merecemos vocês depois de tudo que fizemos – fala Inuyasha

-Merecem e com louvor – fala Sango e beija Miroku – Vocês são incríveis

-Sabemos disso – fala Miroku – Vamos entrar que está de noite

-Pergunta: como conseguiram móveis, mantimentos e outras coisas que tem na casa? – pergunta Kagome

-Pegamos na aldeia com vovó Kaede – fala Inuyasha

Uma chuva fraquinha fica caindo e depois engrossa. Eles correm pra dentro das casas (n/a:cada um na sua né). Inuyasha entra na casa e fecha a janela do quarto

-Ficamos conversando lá fora e ninguém viu a chuva – fala Inuyasha

-É, mas e o Chase?Onde ele está?

-No terraço daqui de casa – fala tirando a parte de cima do kimono – Minha roupa ficou toda molhada

-A sua não foi a única – fala Kagome chegando por trás dele e o abraçando pelas costas – Eu te amo

-Também te amo e muito

Ele a puxa pro futon e a beija lentamente. Kagome se deita no futon e Inuyasha se debruça sobre ela. E assim tem sua primeira noite de amor desfrutando cada momento juntos