Disclaimer: Izayoi,Inutaisho,Sesshoumaru e blá blá blá não me pertencem e esta fic não tem fins lucrativos

~o~o~o~

Meu nome é Isaoi. Olhando dá pra você ter uma ideía de como eu sou. Uma mulher com longos cabelos negros,olhos violetas puxado para o negro. Normalmente me conhecem por eu ser uma pessoa muito doce e gentil

Moro atualmente em Nova York,nos Estados Unidos da Améço faculdade de medicina e estou no terceiro perí pagar minha faculdade trabalho numa loja de cosméticos e por causa disso estou morando de favor,divido um apartamento com Takemaru,um grande amigo dos meus pais e que é apaixonado por mim,mas só consigo ver nele um amigo.

Mas tenho um grande segredo que ninguém nunca imaginou sobre mim: sou uma assassina de aluguel treinada para matar sem deixar rastros o que deixa muitos policiais intrigados, tanto que até o FBI foi chamado para tentar me pegar mas não há uma coisa que me ensinaram bem durante todos esses anos foi fazer direito meu trabalho...

O prédio do FBI estava praticamente um inferno durante todo o dia por causa da história dos assassinatos. Passou pelos agentes do FBI e entrou no elevador

-Bom dia que andar? - pergunta um homem que estava no elevador

-Vigésimo andar,por favor - responde o homem com a voz meio rouca,mas que não deixava de ser agradével aos ouvidos. Os cabelos longos estavam presos e usava um terno preto com um sobretudo cinza-escuro

Assim que o elevador para,anda elegantemente até a porta dupla que tinha no final do corredor e bate pedindo permissão para houve que pode entrar encontra fora o presidente,algumas pessoas do laboratório e policiais que olhavam intrigados para alguma coisa em cima da mesa

-Mandou me chamar senhor?

tem algumas fotos do últimos crimes que aconteceram,quero que dê uma olhada

-Ainda não pegaram o bandido? - fala examinando as fotos e a maioria delas tinha pessoas mortas com cortes enormes no peito

-Não,ele é mais rápido que nós e nunca deixa que disse que não poderia assumir nenhum caso por enquanto,mas você é melhor agente que temos.E não quero mais sentir a corda no meu pescoço por causa da imprensa que já está querendo respostas rápidas sobre esses incidentes

-Como foram feitos esses cortes? - pergunta se virando para a chefe de laboratório

-São cortes profundos feitos provavelmente por lâminas,mas os seuranças estão baleados e dentro do corpo das vítimas encontramos uma espécie de droga que quando injetada no corpo de uma pessoa faz ela sentir uma dor aguda dentro de si e implorar pela morte

-Interessante - fala mais pra si mesmo do que para os outros e coloca as fotos de volta na pasta de cor parda que tinha sobre a mesa de mogno

-E então o que me diz?Aceita trabalhar no caso?

-Será um grande prazer senhor,mas quero anlisar o local do último pessoa consegue entrar num lugar como esse assim do nada,provavelmente teve ajuda de alguém lá de dentro

-Improvável - fala a chefe de laboratório - Todos os seguranças foram encontrados inconcientes ou mortos e nada foi levado dos locais do crime.

-Então não é um ladrão,faz isso apenas por diversão talvez - fala o chefe do departamento de segurança do FBI

-Vou precisar de ajuda com esse caso

-Todo o departamneto vai estar a sua disposição e vou mandar mais algum agente para lhe acompanhar

-Se importaria se eu mesmo escolhesse o agente senhor?

-Claro que não,fique a vontade

-Vou começar imediatamente o caso senhor

-Muito bom,mas não deixe que ninguém saiba que você é que ficará com o vai ser importante nesse caso

-Não se preocupe, fora as pessoas que estão nessa sala e o agente que me aocmpanhará ninguém mais saberá que estive aqui

-Excelente, agora pode se retirar.E Inutaishou

-Sim senhor

-Quero resultados o mais rápido possível

-Pode contar comigo - fala e sai da sala indo para o elevador

Ao chegar no décimo andar, sai e caminha em direção a sala de pesquisas. Entra e é recebido por uma mulher de cabelos negros já puxando para o grisalho

-Inutaishou, que surpresa encontrá-lo que tinha se ausentado temporariamente - fala a mulher

-E era o que pretendia fazer mas acabei vindo parar aqui novidade sobre os assassinatos?

-Ainda não descobrimos que outro incidente aconteceu ontem a noite e agentes já foram para lá investigar

-Certo

-Por acaso o senhor está no caso?

-Queria estar,mas como estive ausente durante esses últimos meses só pude mesmo me informar vagamente sobre o assunto

se mudar de idéia e quiser investigar, é na avenida 552 com a 45, terceiro andar do prédio Leonor n° 32

-Obrigado Tubaki você me fez um grande favor,mas não conte a ninguém que estarei passando por lá

-Pode deixar comigo - fala sorrindo e recebe um sorriso de volta do youkai antes dele sair da sala - Kuso! - murmura pra si mesma e pega seu celular digitando um número

-Alô?

-Aqui é a um problema

-E qual seria?

-Inutaishou deve estar no caso

-Ele não vai conseguir provas para nos incriminar, mas apenas por medida de precaução irei avisá-la

-Tudo bem,até mais - fala e desliga o telefone - É Isaoi,quero ver você sair dessa agora

Enquanto isso,na loja de cosméticos...

-Izayoi telefone pra você - fala entregando o telefone pra amiga de trabalho

-Alô?

-Izayoi,tome o Izuma no caso

-Mesmo?Que bom,pelo menos minha vida ganha alguma emoção

-Não brinque,tem mais um alvo pra você.Assim que chegar eu lhe mostro as informações

-Quer para hoje?

-Não!Espere mais dois dias,o sistema de segurança desse lugar é muito avançado e você pode ter problemas para entrar

-Se você diz vou esperar

-Até logo então

-Até - fala e desliga o telefone - "Mais um caso de morte pra minha lista de crimes,espero que ainda tenha uma maneira de remediar" - pensa soltando um suspiro pesado e volta sau atenção para a loja onde algumas mulheres entravam