N.A.: oooi gente, muuito obrigada meesmo pelas reviews. Eu ia demorar mais um pouco para escrever e postar o segundo capítulo mas as reviews me empolgaram, mesmo sendo poucas. Quero mais da próxima vez tuudo bem ? xD Espero realmente escrever bem essa fic e desculpem se talvez eu demorar um pouco para fazer os posts, mas vou tentar postar tudo o mais rápido possível (se minha cabecinha colaborar =P). Os votos para vampiro/humano ficaram empatados então eu vou seguir a idéia original que eu tive. Qualquer coisa eu avisarei vcs e atualizarei os capítulos. Espero que todos vocês fiquem satisfeitos =D Um obrigada especial para nanetys, Mih Brandon Cullen, Alice D. Lupin e Milene que me mandaram as opiniões !

Fiquem com o segundo capítulo de Siga a Melodia. Não esqueçam de apertar o botãozinho de reviews lá em baixo ^^


Siga a Melodia

Capítulo 2

Passei esses dois dias estudando os dados da jovem bailarina que Heidi me apresentara na pasta. Tentei achá-la para segui-la e tentar descobrir sua rotina mas parecia que a garota não saia tanto assim de casa. Sim, garota. Apenas uma menina que resolvera testar sua chance na dança, infelizmente na cidade errada. O sentimento que tinha sentido quando tinha visto sua primeira foto continuava lá. O que é bem estranho já que eu não costumo ter algum sentimento ... a não ser é claro que Heidi esteja envolvida. Aquele corpo esbelto, de uma mulher extremamente madura e sedutora, e aquele cabelo cor de mogno somado ao seu rosto angelical e as suas roupas provocantes levariam qualquer homem ao delírio, e pelo visto eu não era excessão.
Balancei minha cabeça tentanto tirar os pensamentos sobre Heidi da minha cabeça pois eu teria que estar concentrado hoje, e logo logo ela estaria acordada para que eu pudesse conversar com ela. Queria procurar entender melhor as coisas. Já estava no meio da manhã e eu estaria saindo de casa daqui algumas horas. Sai do meu quarto e me dirigi para a sala de jantar, onde mais uma vez o café da manhã já estava servido para Heidi. Me sentei e esperei até ela aparecer vestida com seu roupão de seda preto... eu adorava vê-la com esses roupões.
- Olá Jasper querido - ela me disse sorrindo abertamente e me dando um belo beijo. Eu sabia que ela estava contente assim porque hoje eu começaria a fazer as trapaças que ela precisava, mas eu realmente gostaria que ela estivesse um pouco contente pela noite de ontem. E que noite. Poderia dizer que eu sabia muito bem controlar minha força e instintos de vampiro.
- Bom dia Heidi. - esperei que ela se sentasse e se servisse de seu café da manhã para que eu pudesse continuar - Sabe querida, eu estava pensando... porque você se preocupa com uma bailarina tão jovem? Ela logicamente não chegaria aos seus pés nem se ela tivesse nascido sabendo dançar. - falei enquanto a observava.
- Ah Jasper, muito obrigada. Mas você sabe .. eu estou entrando na fase dos 30 e ela é uma garota jovem. Tenho certeza que entenderá quando a ver no ensaio. Os bailarinos estão encantados com ela, já me falaram. Não posso correr o risco - ela já não sorria mais a esse ponto mas colocou o sorriso de volta no rosto - Mas vamos mudar de assunto, você sabe que não gosto de conversar sobre o seu trabalho. Quero somente que o faça.
Conversamos tranquilamente até que estava na hora de eu me dirigir ao estúdio de dança. Me despedi devidamente de Heidi, que teria o dia de folga hoje, prometendo que a levaria para jantar em seu restaurante favorito. Fui andando tranquilamente pelas ruas de Paris, o dia estava um pouco nublado, anunciando a provável chegada de uma chuva. Entrei em pequenas ruas até chegar ao local indicado na pasta: o estúdio de dança Cygne Noir. Não era o melhor estúdio de dança da cidade, mas treinava bem seus bailarinos. Ainda não entendia o porque da preocupação de Heidi, mas teria que escutá-la, ela nunca faria nada se não tivesse um motivo. Eu acho.

Entrei tranquilamente no estúdio e fui olhando pelas salas até encontrar a que eu acreditava ser a certa. Pelo menos era a sala em que Monsieur Claude, famoso coreógrafo, treinava suas preferidas. Fui andando observando a sala de aula que tinha algumas poucas alunas até chegar à Claude.
- Boa tarde Monsieur. - disse quando me aproximei dele fazendo uma pequena reverência
- Jasper, a quanto tempo - Claude respondeu apertando minha mão - Já disse para não usar o Monsieur. À que devo a sua visita ?
- Nada de importante, Heidi estava meio mal hoje e pediu para que eu viesse cumprimentá-lo. Ouvimos que sua última apresentação foi ótima. - eu realmente não esperava a pergunta, mas fui capaz de arrumar uma resposta rápida. Nessas horas você fica feliz por ser um vampiro, ter uma memória boa e saber de todos os eventos da cidade.
- Ah muito obrigado, mande lembranças à belíssima Heidi.
- Vejo que você estará ensaiando estas bailarinas daqui a poco não é verdade? - olhei para ele enquanto ele assentia - Será que eu poderia assistir ao ensaio? Há muito tempo não vejo suas danças, seria um prazer assistir.
- Claro Jasper, não vejo problema. Só não conte os passos aos outros coreógrafos - ele disse rindo. Eu sabia que aquele senhor tinha plena confiança em mim. Assim como todos os outros. Bom os que não tinham confiança, tinham medo, então eu nunca tinha muitos problemas. - Pode se sentar - ele apontou para uma cadeira no canto da sala - Se me der licença. - então ele se dirigiu para o meio da sala cheia de espelhos. - Vamos meninas, todas aqui ?
Fiquei olhando as bailarinas ficando em seus lugares e olhando atentamente para o coreógrafo enquanto obedeciam sua ordens. Meus olhos passaram pela sala sem encontrar sinal da menina. Será que eu teria errado o lugar ? Mas às vezes o cabelo dela era grande o suficiente para um coque, e como não tinha visto seu rosto, eu não saberia quem ela era. Resolvi esperar mais uns minutos e olhar mais demoradamente para cada bailarina naquela sala para ver se a tal Alice Brandon não era uma delas. Aproveitei e conferi os dados que eu tinha anotado em um pedaço de papel.
Enquanto relia os dados ouvi uma leve batida na porta e então ouvi Claude parando a música. Não me importei de olhar para ver quem batia na porta. Então ouvi uma leve voz que parecia com sinos.
- Desculpe-me o atraso Monsieur. Minha aula anterior à essa atrasou. Não voltará a acontecer.
- Espero que realmente não volte a acontecer senhorita. Já disse que você está se sobrecarregando com todas essas aulas. Para o seu lugar.
Levantei minha cabeça no mesmo momento em que ouvi os paços de uma sapatilha de ponta saltitando pela sala. Então eu a vi. Uma menina, baixa, de cabelos curtos e repicados e de pele pálida. Só tinha uma visão de seu perfil quando a ouvi dizer com sua voz de sino e um sorriso estampado na cara.
- Mas eu não me sinto sobrecarregada Mounsier. Eu simplesmente amo a dança. - e então ela se posicionou na primeira fileira e enquanto se arrumava para começar os passos iguais aos das outras bailarinas, sem nem mesmo questionar em que parte da dança essas estavam, ela olhou para mim. Seus olhos castanhos claros encontraram os meus e eu pude examinar seu rosto por completo. Seu pequeno rosto era delicado e angelical,composto por olhos e boca perfeitos e nariz extremamente proporcional, sua pele clara combinava com seu cabelo escuro que tinha um corte que se encaixava perfeitamente à sua figura. Ela era linda e ninguém poderia dizer o contrário.
O contato visual durou somente alguns segundos, pois ela dirigiu seu olhar à Claude e começou a dançar ao lado das outras bailarinas assim que este deu o sinal. A observei enquanto esta dançava e apesar de ser mais jovem e mais baixa que as demais ela conseguia se destacar fazendo movimentos leves, determinados e perfeitos. Ela dançava bem, mas só pude entender o que Heidi queria dizer quando eu a vi fazendo seu solo de uns 2 minutos. Eu estava fascinado. Entre todas as dançarinas que eu já tinha visto, esta Alice Brandon era realmente a com maior potencial, ainda mais para a sua idade. Ela estava quase no mesmo nivel de Heidi pelo que eu estava vendo. Seria idiotice desperdiçar um talento destes.

E eu teria que acabar com a recém-iniciada carreira. Uma pena.