Capítulo 6

"Aceitando O Inevitável"

Sakura não soube calcular quanto tempo seu irmão ficou paralisado encarando Shoran e por quanto tempo o rapaz lhe encarou com ar de desafio, só sentiu o corpo estremecer quando ouviu a voz de seu irmão mansa e calma em seu ouvido...

Em geral, um mal sinal...

- Sakura... _ ele começou, ainda duro _ ... Você poderia me dizer o que esse cara está fazendo aqui?

- Bem... Touya... Eu... Ele... Nós...

- Não é óbvio, Touya? _ o professor Terada interveio _ Os dois se perderam na mata e se ajudaram mutuamente. Foi uma sorte encontrarem esse lugar, não acha?

Sakura nunca gostou tanto de seu professor.

Touya não respondeu ao professor. Soltando levemente Sakura, ele adentrou mais ainda a cabana, observando tudo com olhos de lince. Sakura ficou nervosa...

Seu irmão era um excelente observador e costumava pegar as coisas no ar.

Sakura perdeu a voz ao notar que ele ficara tenso novamente.

- Vejo que só tem uma cama... _ ele disse, ainda com voz calma.

Sakura ficou vermelha.

- S-Sim...

- Vocês dois... Não...

- Nós dormimos na mesma cama, se é isso que quer saber. _ Shoran disse sem um pingo de vergonha, deixando Sakura ainda mais vermelha e com a maior vontade de jogar alguma coisa na cabeça dele.

- Vocês... O... Que?... _ Touya disse pausadamente, cerrando os punhos.

- Nós dormimos na mesma cama. _ Shoran continuou, na cara de pau, dando um sorriso malicioso em seguida _ Não se preocupe. Eu não fiz nada que Sakura não quisesse.

Touya ficou rígido novamente.

Agora foi a vez de Sakura cerrar os punhos.

- "Cala a boca, seu imbecil!" _ ela pensou, rezando para que ele conseguisse compreendê-la com o olhar _ "Você quer complicar mais ainda as coisas para o meu lado?"

Shoran teve que segurar um riso da cara dela.

- Você... Ela... Vocês...

Touya ficou vermelho. Um péssimo sinal.

Afastando-se bruscamente de Sakura, e para o seu desespero, indo em direção a cama, Touya começou a procurar afoito por qualquer sinal que indicasse mais do que uma boa noite de sono.

Sakura sentiu o chão afundar de seus pés quando ele olhou embaixo da cama...

- "Ui... Ui... Ui...! Fui descoberta e Touya vai brigar comigo por isso na frente do pessoal!" _ Sakura pensava, desesperada _ "Eu vou MATAR O SHORANNNNN!"

Mas, para seu alívio, Touya não esbravejou como costumava fazer.

Ao invés disso, ele virou-se lentamente ao pessoal que esperava curioso na porta da cama, e se dirigiu a eles, novamente com voz calma.

- Por favor, eu gostaria de falar a sós com esses dois. _ ele disse, mas completou _ Espere, Tomoyo. Acho que você pode ficar. Sakura vai acabar de contando tudo mesmo. E você também... Meiling, não é? Acho que o assunto também te interessa.

O pessoal se afastou, permanecendo apenas as duas meninas. Sakura estava muito ansiosa pelo o que viria a seguir. Mas não iria deixar de ficar grata por seu irmão poupá-la de uma humilhação pública.

- Muito bem... _ Touya disse, resolveu dizer, depois do que pareceu para Sakura uma eternidade.

Todos ficaram mudos.

- Eu exijo uma explicação para o que eu vi debaixo daquela cama. _ Touya começou.

- E eu exijo uma explicação por tudo isso. _ continuou Meiling _ O que está acontecendo aqui, afinal? Shoran, pode me explicar.

Shoran observou Sakura por uns instantes, achando graça da expressão de pânico dela. Voltou-se novamente para Touya.

- Simples. _ ele respondeu, e para desespero de Sakura, continuou _ Nós dormimos juntos.

Silêncio.

- Isso você já tinha dito, pirralho. _ Touya tentava manter uma voz calma, sem sucesso _ O que eu quero é a confirmação de minhas suspeitas, porque... Se tiverem fundamento...

Sakura endureceu. Queria alertar Shoran de alguma forma, mas estava tão tensa que nada lhe passava pela cabeça.

- Você não entendeu... _ Shoran resolveu enfatizar mais. Sakura decididamente estava prestes a jogar a primeira coisa que visse na cabeça dele _ Nós dormimos juntos.

- Shoran você já di... _ Meiling começou, irritada, mas Touya a interrompeu, em chamas.

- Você quer dizer que vocês... Vocês realmente...

Silêncio.

- AH, SEU MOLEQUE! _ Touya berrou, antes de começar a perseguir Shoran descontroladamente pela cabana, ambos correndo em círculos _ Como ousa, seu maldito sem vergonha?

Sakura estava em estado de choque. Meiling olhou para Tomoyo, confusa.

- Não entendi essa reação.

- Não é óbvio? _ Tomoyo disse, emocionada _ Sakura e Shoran tiveram sua primeira noite de amor. Isso é tão maravilhoso... AH!

- Que foi, Tomoyo? _ questiona Sakura saindo do choque, enquanto Meiling entrava nele.

- Porque não trouxe minha câmera?

Se é que era possível, Sakura ficou ainda mais vermelha.

- Shoran, como pôde! _ Meiling gritou para o rapaz, que agora saia para fora da cabana, correndo descontrolado com Touya em seu encalço _ Como pôde me trair desse jeito?

- Shoran! Você me disse que não tinha mais nada com ela! _ Sakura gritou, indignada.

- E não tenho! _ ele respondeu a Sakura, ainda correndo _ Não temos mais nenhum compromisso e você sabe muito bem disso, Meiling!_ ele gritou a ex. namorada.

- Não interessa! _ ela gritou em resposta _ Não tem nem dois dias que você terminou comigo!

Não muito longe dali, o professor e os alunos que estavam com ele acompanhavam atônitos a pequena confusão que acontecia ali.

- O que será que está havendo? _ Rika tentou saber, procurando escutar.

- Não tenho certeza... _ Chiraru comentou _ Mas pelos gritos, parece que Sakura e Shoran fizeram mais do que dormir...

As meninas coraram.

- É... _ Yamazaki continuou _ ... E agora parece que o irmão da Sakura quer lavar a sua honra.

Todos riram, as moças ainda vermelhas.

- E por falar em lavar a honra... _ ele continuou, vocês sabiam que na antigüidade...

Chiraru fechou a cara.

- Nem comece! _ ela alertou.

Enquanto isso, o bate boca continuava:

- Bah! O rolo de vocês não me interessa nem um pouco! _ Touya estava furioso _ Moleque pervertido, eu vou te matar!

- Isso se você conseguir me pegar, cunhado.

Touya parou de chofre.

- Como é que é? Cu-nha-do? _ Touya analisou a palavra por alguns momentos _ Ah, moleque! Agora com certeza você vai morrer! _ e recomeçou a correr.

- Já chega, Touya! _ Sakura ordenou, com autoridade.

Todos pararam.

- Mas Sakura, ele...

- O que ele disse é verdade. Eu me entreguei a ele mas ele não me obrigou a isso. Caso não tenha percebido, Touya, eu já sou uma mulher e você continua me tratando como criança. Já chega. Ele é quem eu amo. Me entreguei por amor. Então, pára com isso.

Touya ficou sem resposta para isso. No fundo, sua irmã tinha razão.

- Tá vendo, cunhado? _ Shoran disse, cheio de si _ Sua irmã é doidinha pelo papai aqui.

- Não abuse da sorte. _ responderam os dois irmãos juntos, mas enquanto Touya estava em estado de choque, Sakura sorria.

Estava muito feliz.

Sim, realmente não tinha sido uma simples excursão com a turma da faculdade...

Tinha sido a noite mais especial de sua vida...

Uma noite que ainda iria se repetir muitas e muitas vezes...

FIM


Mais uma fic que chega ao fim.

Na verdade, o final original abrangia casamento e tudo mais, mas acho que ficou bem claro o que aconteceu depois, não?

Sakura e Shoran ficam juntos e Touya e Meiling são obrigados a aceitar, e Tomoyo sempre lá para apoiá-los.

Espero que tenham gostado de mais essa fanfic.

Continuem acompanhando as outras

Kissus a todos!