I Hate You Then I Love You

Faz cinco meses que não a vejo. Parece loucura, mas não consigo tirá-la de meus pensamentos, a cada coisa que olho ou escuto, sua voz me atormenta, seus olhos me acalentam e seu cheiro me inebria.

I'd like to run away from you
But if I were to leave you I would die
I'd like to break the chains you put around me
And yet I'll never try

Estou procurando por algo, mas não sei o que. Odeio-a por ter feito isso comigo. Depois daqueles dias de pura luxúria cada um foi para sua casa, sem ao menos trocar uma palavra. Arrependo-me de não ter agarrado-a ali mesmo e a levado direto ao altar. Mas como sou orgulhoso a deixei ir mesmo sabendo que não a veria mais.

"As buscas finalmente foram findadas, Hermione Jane Granger foi encontrada desmaiada perto de um lago. Ela parece estar bem apesar de seu estado delicado, ninguém esperava vê-la grávida de sete meses. Possui apenas pequenos cortes, e alguns hematomas. Ela está sendo levada ao hospital local, mas tarde voltaremos com mais notícias sobre Hermione Granger, a paparazzo mais requisitada."

Ouço essas palavras e não posso acreditar, ela grávida, e de sete meses, será de mim? Corro ao hospital, e me deparo com um monte de paparazzi. Vou até a recepção e pergunto sobre ela. A recepcionista apenas me indica o lugar onde está.

No matter what you do you drive me crazy
I'd rather be alone
But then I know my life would be so empty
As soon as you were gone

Ao chegar ao local sou recebido por um médico, dizendo que está em coma induzido, e que os bebês estão bem, ela bateu a cabeça. Levei um susto ao saber que terei três lindos bebês. O médico deixou que eu entrasse no quarto, nada que o dinheiro não desse uma ajudinha, a vejo tão debilitada, e me recrimino por não ter estado presente todos esses meses, em todas as consultas. Em todos os momentos.

Vou até ela calmamente, e a olho, apesar de tudo continua bela, seu cabelo sedoso, seu cheiro inebriante, seus lábios desejáveis. Passo a mão por sua barriga e os bebês se mechem, não vejo à hora de olhá-los, e dizer-lhes que sou o pai deles.

Não deixarei que escape novamente, irei à busca de minha felicidade. Mas ela continua ali, parecendo a Bela Adormecida, nem com um beijo poderei acordá-la, apesar de ser o que mais desejo.

Impossible to live with you
But I could never live without you
For whatever you do / For whatever you do
I never, never, never
Want to be in love with anyone but you

No outro dia quando chego ao hospital, vejo uma loira de olhos azuis, e pele alva, e uma ruiva de olhos verdes. Nem acredito que as conheço, Luna e Gina, elas estão no quarto conversando. Paro na porta e olho para elas. Faz anos que não as vejo que não vejo ninguém do colégio.

Ao me verem, elas se espantam, mas logo estão me abraçando. Abraço-as também, não suportarei tudo sozinho. Elas me contam tudo o que se passou. Hermione perdeu os pais ainda na adolescência, não tendo ninguém, somente os amigos. Quando soube da gravidez, foi para sua casa no campo, não falando para ninguém onde estava, mantinha contato, mas não falava sua localização. Elas só não sabem o que aconteceu, para entrar em coma.

You make me sad
You make me strong
You make me mad
You make me long for you

... * * ...

Faz dois meses que venho todos os dias vê-los. Ela não muda nada, somente sua barriga que fica cada dia maior. Os médicos falam que se não acordar teremos que fazer o parto mesmo assim. Um risco, mas eles não poderão permanecer na barriga dela até acordar.

Ao entrar no hospital Luna vem correndo em minha direção. Hermione entrou em trabalho de parto. Os médicos não me deixaram entrar na sala, alegando que seria um parto difícil. Depois de uma hora não agüentava mais, Luna, Gina, Harry, Rony, e Blaise já estavam aqui comigo, revi todos os meus amigos. Não posso acreditar que temos os mesmos amigos, e nunca nos vimos.

Mais uma hora se passa e nada dos meus filhos, nem dela. Não agüentando mais, levando e fico andando de um lado a outro.

You make me live
You make me die
You make me laugh
You make me cry for you

Gina: - Draco não adiantara de nada você abrir um buraco no chão?

Draco: - Estou desesperado, não agüento mais ficar sem noticias.

Falando isso o médico entra na sala, e me diz que os bebês estão ótimo, duas meninas e um menino, e que logo poderei vê-los. Mas Hermione continua na mesma. Não sei se agüentarei muito tempo. Logo poderei ver meus filhos.

I hate you
Then I love you
Then I love you
Then I hate you
Then I love you more
For whatever you do
I never, never, never
Want to be in love with anyone but you

Ao ver aqueles três bebês olhando para mim, pude perceber que eles eram as pessoas mais importantes para mim. O menino lindo, loiro de olhos azuis, com a pele alva igual de Hermione. Uma das meninas é loira de olhos castanhos, a outro tem os cabelos num castanho bem claro, e olhos azuis. Nem sei que nome darei a eles, esperarei a Hermione acordar.

Faz três dias que os bebês nasceram. E nada da Hermione acordar. Hoje mostrarei nossos filhos a ela, ver se assim ela acorda. Pedi que as enfermeiras os trouxessem. Peguei o menino e aproximei dela, mostrei-o, passei sua mãozinha nela, o coloquei deitado do seu lado, pegando as outras duas, e as deixando da mesma maneira.

You treat me wrong
You treat me right
You let me be
You make me fight with you

I could never live without you

Draco: - Hermione meu amor, volte para nós. Precisamos de você. Seus filhos precisam da mãe. Eu preciso de você ao meu lado, você foi a melhor coisa que aconteceu em minha vida, todos nossos momentos. Quero outros, muitos outros. Necessito de teus beijos, de seu cheiro, do seu calor ao dormir ao meu lado. De ver-te sorrir, do seu amor. Por favor acorde.

Nada, ela não demonstrava nada. Fui até a janela, olhando aquele dia ensolarado, bonito, com pássaros cantando. Escuto os bebês resmungando. Olho e não acredito no que vejo Hermione ali chorando olhando para nossos filhos. Não posso acreditar.

You make me high
You bring me down
You set me free
You hold me bound to you

Vou até eles e sento ao seu lado, ela olha para mim, com amor, e apenas sorri. Um sorriso que nunca vi que dá saudades. Ela pegou cada um em seu colo, amamentou. E eles dormiram feito anjo.

Mione: - Desculpe por te preocupar, não queria, eles são lindos.

Draco: - Não fale nada. Agora estou aqui e nada vai nos separar.

Mione: - Já deu nome a eles?

Draco: - Estava esperando você acordar.

Mione: - Charlotte Belle Malfoy, Sophie Anne Malfoy e Scorpius Vicenzo Malfoy?

Draco: - Lindos.

I hate you
Then I love you
Then I love you
Then I hate you
Then I love you more / I love you more
For whatever you do / For whatever you do
I never, never, never
Want to be in love with anyone but you

O medico chegou para examiná-la, em dois dias poderemos ir finalmente para casa. Ao passar esses dois dias, fui buscá-los. Hermione estava radiante, ainda não havíamos conversado sobre nossa situação, mas todos iriam para minha casa. Decorei dois quartos especialmente para meus filhos.

Chegamos a casa e levamos os bebês aos seus quartos. Hermione estava feliz, e me fazia feliz. A partir de hoje terei todo sai alguém para compartilhar minha vida, dar amor e receber. Amarei sempre essas lindas pessoas. Minha vida.

I never, never, never
I never, never, never
I never, never, never
Want to be in love with anyone but you
But you