Disclaimer: Inuyasha, Kagome, Sesshoumaru... Nenhum deles me pertence... Ainda. - Mas ainda roubo eles pra mim. e.e

Capitulo 1

Voltando pra Casa

Aquele cheiro.

Era ela.

Só podia ser.

Tinha que ser.

E com esses pensamentos na cabeça, o hanyou correu para o poço. Aquele mesmo poço que da mesma forma que permitiu que ele a encontrasse, a tirou dele também. Se passaram três anos desde que Kagome havia voltado para sua era, muitas coisas tinham mudado, mas os sentimentos de Inuyasha por ela e vice-versa, continuaram os mesmos desde que a mesma partiu. E agora, ela estava de volta, ela havia voltado para ele.

E ao finalmente, chegar em seu destino, Inuyasha estendeu a mão e trouxe sua amada de volta para seus braços.

- Kagome... Sua idiota. Por que demorou tanto? - disse o hanyou não contentando a alegria dentro do peito.

-Gomen, Inuyasha. Você estava me esperando? - disse Kagome com um sorriso.

Inuyasha então a puxou para um beijo, longo e quente. Suas línguas se entrelaçavam, enquanto suas emoções e pensamentos iam a loucura. Não sabiam o que pensar. Agora, estavam juntos novamente e nada nesse mundo poderia separá-los. Nada. Kagome sentia como se tivesse saído de casa, para uma viagem longa e cansativa, e agora havia voltado. E Inuyasha se sentia como tivesse um vazio dentro de seu peito, uma parte dele estava faltando, e finalmente ele se sentia completo novamente. E quando enfim se separaram, e Kagome olhou em volta, todos aqueles amigos que ela tanto amava, estavam ali.

-Kagome-sama - disse Miroku

-KAGOME - Gritou Shippo

-Kagome-chan. - disse Sango, ao mesmo tempo que cuidava de seus filhos.

-Miroku-san, Shippo-chan, Sango-chan. - disse Kagome ao mesmo tempo que, com um pouco de relutância, saiu dos braços de Inuyasha para abraçá-los. - Vocês não imaginam o quanto eu senti saudades de vocês.

-Nós também sentimos muito sua falta, Kagome - disse Shippo - Claro, que não como o Inuyasha. Ele parecia um retardado, quando você não estava aqui... - e então foi interrompido por um soco de Inuyasha. - -Inu...Yasha... Seu baka. Porque fez isso?

-Humpf... Você fala demais, Shippo - disse Inuyasha, com seu temperamento de sempre.

Kagome começou a dar risadinhas, sentia muita falta de tudo aquilo.

-É, Sango-chan... Parece que a família de vocês aumentou. - disse Kagome reparando nas três crianças.

-Hehe, pois é. - disse Sango sorrindo.

-Por que não vamos até a casa da vovó Kaede? Ela vai gostar de te ver Kagome-sama. - sugeriu Miroku.

-Claro. Também estou com saudades da vovó Kaede. - respondeu Kagome.

E lá estava ela, nas costas de seu amado. Sendo carregada, como não fazia a muito tempo. Ambos estavam felizes por isso, sentiram tanta falta um do outro que é impossível descrever. Depois de certo tempo, chegaram na casa da vovó Kaede.

-Vovó Kaede, olha quem está aqui - disse Shippo

-Vovó Kaede - disse Kagome, correndo para abraçá-la.

-Kagome! - respondeu surpresa - Você voltou.

-Sim.

- É Inuyasha... Sua espera valeu a pena - disse Kaede sorrindo.

-Humpf. - respondeu Inuyasha, com um meio sorriso. Ele mal conseguia conter sua alegria.

-Rin-chan! - disse Kagome surpresa - Então você está morando aqui agora?

-Sim, mas só por um tempo até eu ter a idade certa para poder seguir o Sesshoumaru-sama. -respondeu sorrindo.

-Ei, Shippo. Você não devia ir ao Exame de Raposa Demônio?. - perguntou Kaede.

-Ahn? Para onde Shippo-chan? - perguntou Kagome estranhando.

-Para o Exame de Raposa Demônio... Eu quero me tornar uma raposa mais forte. Mas, hoje não tem não, vovó Kaede, é só amanhã. - respondeu ambas as perguntas.

Kagome sorrio. As coisas haviam realmente mudado desde que ela partiu. Mas não importava. Ela estava ali, de volta para o lugar de onde nunca devia ter saído. Com, de uma certa forma, parte de sua família.

Pouco mais tarde.

Estavam todos em volta de uma fogueira, enquanto Shippo fica bem atento para pegar o maior peixe, dessa vez Inuyasha não se importava. Kagome estava recostada em seu ombro, enquanto ele tinha os braços entrelaçados em sua apenas aproveitar aquele momento com sua Kagome.

-Ah... EU CONSEGUI. Peguei o maior. Peguei o maior. Humpf... Você perdeu dessa vez Inuyasha. - zombava Shippo.

De repente todos caíram na gargalhada, isso traziam velhas lembranças a todos. Era sempre a mesma história... Ambos brigando pelo pedaço maior.

-Humpf... Só porque eu deixei, seu baixinho. - respondeu Inuyasha.

-Ahh... Ta bom. Humpf. Não sabe perder Inuyasha-baka? - disse Shippo em um tom desafiador.

-AHH... SEU MOLEQUE. VOCÊ VAI VER COMIGO.

E então começou a correria. Shippo se transformou e saiu voando e fazendo caretas, enquanto Inuyasha saiu correndo atrás dele e gritando coisas que não davam para entender. Foi então, que todos riram mais alto ainda.

"É, como nos velhos tempos.." - pensou Kagome sorrindo.

Pouco mais tarde, ainda

Agora, Kagome e Inuyasha estavam sozinhos, como não ficavam a muito, muito tempo. Estavam em silencio, olhando um para o outro. Mas era um silencio bom, era agradável ficar assim tão perto. Até que Inuyasha quebro esse silencio.

-Kagome. -chamou-a

-Sim?

-Venha comigo, tenho uma coisa para lhe mostrar. - disse apontando para ela subir em suas costas.

-Tá bem. - e subiu.

E então foram seguindo por um caminho que ela desconhecia, um pouquinho fora da vila. Ele corria rápido, e ela sentia o vento em seu rosto. Estavam livres. Livres para fazerem o quiserem. Livres, para serem felizes. Até que eles chegaram em uma clareira, e tinha uma casa lá. Era um lugar realmente belo, com carvalhos e flores por toda a parte.

-Inuyasha... Mas o que... - tentou dizer Kagome, estava sem fala com a beleza do local.

-Eu construí para... Quando você voltasse.

-Você... Fez essa casa para... A gente? - disse surpresa.

-Sim... - respondeu sem jeito.

Ele não sabia como ela reagiria a isso. Mas ao invés de dizer algo, ela apenas seguiu andando até a casa e entrou. O hanyou estranhando a reação da garota, apenas a seguiu. Entrando na casa, era tudo realmente lindo, tanto por dentro quanto por fora. Entrando mais um pouco, ela viu uma cama, parecida com a dela, só que um pouco maior. Vendo a reação que ela teve ao vê-la, Inuyasha tentou explicar.

-Eu tentei fazer uma cama parecida com aquela que você tem no seu mundo. Não ficou igual, mas...

-É lindo. - interrompeu a garota.-Não acredito que você fez isso tudo, pensando em mim... - disse admirada, sentando-se na cama e chamando Inuyasha para sentar-se também.

-Kagome... - disse ele ao mesmo tempo que a abraçava - Você não imagina o quanto eu senti sua falta. Eu quase morri, sem você aqui. Comigo. Aishiteru.

-I-Inuyasha... - ela tentou dizer mais foi interrompida por um beijo de Inuyasha.

Yo, Minna-san, ai está o primeiro capitulo como prometido, espero que tenham gostado, e aviso no próximo capitulo vai ter hentai.

Rinzinha-chan: Oii, fico feliz que tenha gostado. O que achou do primeiro capitulo?

Agome chan: Aqui está o primeiro capitulo, flor... Espero que goste.

Mandem reviews e deixem uma criança feliz. *-*