Você sabe o que é uma macieira? Aquela árvore que nos fornece as maçãs? Lembrou? Ótimo. Agora imagine uma pequena semente de maçã. Pronto? Agora imagine o amor. Mais precisamente, o meu amor por James Potter. Difícil, não? São duas coisas parecidíssimas. Quero dizer, uma macieira e o meu amor por James Potter.

Primeiramente eu devo dizer que, ao contrário do que algumas pessoas pensam, o meu amor por James Potter não surgiu do nada.

Volte a Imaginar aquela pequena semente de maçã. Você prepara a terra e planta a semente e fica observa a terra por anos, supondo que você não tenha necessidades básicas, como beber água ou dormir, ininterruptamente.

Você não vai perceber o momento em que ela deixou de ser uma mudinha e passou a ser uma árvore grande e forte.

Você só perceberá que sua sementinha amadureceu e deixou de ser uma sementinha quando uma maçã cair da copa e acertar a sua cabeça.

Exatamente isso que aconteceu comigo. James Potter do primeiro ano era comparado a minha sementinha. Mas ele mudou. Ficou maior, mais maduro. E essas mudanças estavam bem na minha frente. Mas eu não percebia. Porque para mim, James Potter ainda era aquele menino irresponsável e imaturo do primeiro ano.

Mas chegou um dia a maçã, quase literalmente, caiu na minha cabeça. O dia em que James Potter me beijou. Claro que a sensação foi muito melhor que a sensação de uma maçã caindo na sua cabeça, mas foi isso. Eu me toquei que minha sementinha havia virado uma bela árvore frutífera. E me toquei que eu estava apaixonada por James Potter.

\/\/\/

Pequena e simplesinha. Eu normalmente não gosto muito esse tipo de fic, mas a inspiração bateu tão forte na minha cabeça, enquanto eu estava comendo uma manga, aliás, que eu fiquei sem coragem de ignora-lá. Erros, criticas e afins serão muito bem vindos =)

Pupic

Alh