Disclaimer: Naruto pertence à Hinata ou ao Sasuke, ou ao Kishimoto mesmo. O Ita-chan é de geral, mas eu gosto dele com o Kisa-chan!


Cartas

Mais uma vez, Itachi abria uma carta dele. Seu melhor amigo, que parecia estranhamente um tubarão azul, e que fazia intercâmbio nos Estados Unidos. Mesmo assim, com Kisame tão longe, seu amor proibido não diminuiu, só aumentou mais e mais.

Aguentou tudo: suas crises de ciúme ao saber que ele estava com uma garota, rasgando a carta e depois colando com fita durex, era uma lembrança dele, afinal; as saudades que apertavam quando passava no parque onde o conheceu, quando era só um garoto quieto, bonito e inteligente cercado por garotas fúteis. Antes, as únicas pessoas com quem conversava mesmo era sua mãe e o irmão mais novo que o idolatrava. Com Kisame, encontrou o amor e deixou de estar tão sozinho. Conheceu os amigos dele, tão estranhos quanto ele, que atualmente eram os únicos que sabiam.

Droga, estava apaixonado por alguém, que além de ser seu melhor amigo, era homem! Seu pai iria lhe esfolar se soubesse. Sua mãe aceitaria mais facilmente, sempre foi compreensiva, e não seria numa hora dessa que deixaria de ser. Sasuke também aceitaria, mas por saber que seu irmão teria tentado de tudo para que essa paixão acabasse. Se admitisse, seria por não ter outra escolha.

Kisame lhe mandava somente cartas, mesmo na era digital. Foi algo que Itachi lhe fez prometer, algo que pudesse guardar, concreto. O que o homem azulado não sabia era que o moreno, enquanto guardava aquelas cartas, se sentia as damas antigas que guardavam cartas de amor em caixas no fundo do armário. A diferença era que ele era um garoto e as cartas não eram de amor, mas valia a pena sonhar.

Dava pra sentir o cheiro de mar do amigo, ver a letra não tão bonita, mas só dele. E a carta dizia que os estudos já acabariam na semana que vem, e logo viria de avião.

Na semana seguinte, todo o grupo – Akatsuki, era como se chamavam – no aeroporto, esperando. Deidara e Sasori brigavam, mas logo faziam as pazes, Kakuzu contava o dinheiro da mesada que recebeu na semana, Hidan ouvia Metal no MP3, Tobi tomava sorvete com Zetsu, Nagato e Konan namoravam, Yahiko jogava no videogame portátil. E Itachi? Estava nervoso, atento ao som familiar da voz do amigo.

- Minna, olha eu aqui!

Seu coração disparou, os olhos ficaram embaçados, e não parou de correr até que chegasse e abraçasse o amigo pelo pescoço. Se sentia uma dama apaixonada, como sempre se sentia em sua presença, mas não se importou. Apenas sussurrou no ouvido dele:

- Arigatou. Por vir.


Tsuki: Uma vez, eu vi que uma autora reclamou da falta de yaoi com a Akatsuki. Eu não sei fazer yaoi explícito, só platônico, mas espero que as fâs de yaoi de Akatsuki gostem dessa OneShot.

Zetsu: Até nós aparecemos! Na versão original só tinha o casal, agora tem todos os Aka.

Tsuki no Kissus! :3