Depois daquele jogo

O apito final soou exatamente quando eles marcaram o touchdown conquistando a vitória tão esperada.

Todo o Mackinley pulava nas arquibancadas, enlouquecidos com a inesperada virada e a consequente vitória da escola.

A apresentação do show do intervalo havia sido maravilhosa e Dave não resistiu, vestiu a camisa rasgada e entrou na dança zumbi junto com os outros jogadores e membros do Glee.

De onde ele dançava, podia ver o rosto perfeito e sorridente de Kurt na galera torcendo e vibrando com ele. Essa era uma ligação que ele jamais havia conseguido. Sentiu seu sangue ferver e, na hora do jogo, estava mais do que disposto a marcar todos os pontos só pra ver outra vez aqueles olhos azuis brilhando de admiração.

Agora que o jogo estava ganho e todos saíram pulando e se abraçando, Dave percebeu que não adiantava continuar lutando, ele iria conversar com o garoto que perturbava seus sonhos e pedir ajuda. Sim, iria talvez até entrar pro Clube Glee e conviver com aquele bando de loucos pois, pela primeira vez na vida, ele se sentia vivo e vitorioso. Que se danasse tudo o que os outros pudessem pensar, ele iria falar com Kurt e tudo iria ser diferente.

Dave veio quase correndo para falar com o rapaz antes que ele se fosse, mas o que viu o deixou congelado e morto por dentro.

No corredor todos comemoravam se abraçando e alguém com maquiagem deixou o perfeito rosto do Kurt sujo, Blaine então, sorrindo carinhosamente, limpou o rosto do amigo com os dedos e depois os lambeu, comentando que a maquiagem tinha gosto de morango.

Kurt riu, claramente apaixonado, enlaçou o braço do amigo e seguiram com as cabeças encostadas rumo a saída, matando definitivamente todas as ilusões de Karofsky - afinal o que deu na cabeça dele pra pensar que Kurt iria querer um 'pernil de porco' como ele?