N/T: Baixo em lá conversa gente AAAAAAAA! Hahahahaha' o Adam é muito engraçado gente (Lab Rats, Disney XD). Let's go! ;D

*Gobstones: é um jogo popular jogado com pedras especiais, semelhante ao jogo de bolas de gude trouxa exceto que, quando um jogador perde um ponto, o gobstone depois cospe um líquido fétido no jogador.

Deixem reviews!

'

'


Tipo, um cara legal


.

.

.

Naquela noite, James e eu nos sentamos tarde derrubando sobre nós as notas do teste. Deveria ter sido aconchegante ficar na frente da lareira do Salão Comunal, mas eu me senti estranhamente desconfortável. Não tinha encontrado tempo para conversar com Alice sobre o assunto James-fazendo-algo-gentil, e não estava inteiramente certa de como eu me sentia sobre isso.

Nesse meio tempo decidi tomar isso como uma fase, como no mês em que ele jurou não comer espaguete porque os International Irish haviam perdido a Copa do Mundo novamente para a Itália.

- Eu acho que é um "não" em Ann Peakes - Avisei - De qualquer forma, ela não tem tempo para o ensaio, porque está comandando o clube Gobstones*.

- Boa ideia - Respondeu ele empurrando os óculos, que tinham corrido pro fim do seu nariz, e girou a pena de volta pro pergaminho. Caiu tinta na sua bochecha, mas, sorrindo, achei melhor não contar a ele.

- Algo engraçado? – Perguntou.

- Não – Desvio o olhar rapidamente. - Mary Macdonald não foi de todo ruim. Vamos colocá-la para baixo no papel de Amata?

- Não. Amata é a única que tem que dar um amasso no Cavaleiro Azarado, certo?

- Certo.

- A coisa toda com Sirius foi apenas pra levar as pessoas a fazerem o teste. Prometi a ele que ia colocar sua namorada Melina no papel de Amata. Mas Maria pode interpretar Asha.

Eu balancei a cabeça.

- E eu disse a Alice que ela podia fazer o papel de Altheda.

Ele riu.

- Nós não somos juízes muito imparciais, meu melhor amigo é Cavaleiro Azarado, a namorada dele é Amata, e sua melhor amiga é Altheda. O único ator honesto no grupo é Mary Macdonald. Mas quem se preocupa com o papel de Asha mesmo?

Eu virei meu nariz, indignado.

- Alice é uma excelente atriz. Além disso, ela está escrevendo os números musicais, por isso é justo.

- Eu estava brincando com você, Evans. - Ele fez uma nota final no pergaminho. – Há. Podemos publicar isso amanhã no mural de avisos.

- É idiota eu estar animada com isso? - Eu perguntei a ele.

- É idiota você admitir isso - Ele sorriu, mas o efeito foi arruinado quando um bocejo irrompeu. - Eu deveria ir para a cama. Tenho que encontrar Karen no café da manhã.

Eu virei tão rápido que meu pescoço fez barulho.

- Karen Dollin?

- Sim, ela me chamou pra sair depois das audições. Pensei "claro, por que não"?

- Porque ela usa o perfume de uma senhora de idade e sua roupa é mais curta do que o permitido.

- Você está com ciúmes, senhorita Evans?

- Não seja ridículo. – Eu funguei ofendida. - Ela só está namorando você para conseguir um papel na pantomima, de qualquer forma.

Ele franziu a testa como se essa possibilidade não tivesse ocorrido a ele, mas sua expressão apagou-se no mesmo instante.

- Bem, vamos descobrir amanhã de manhã, não é? – Disse me entregando a lista do elenco abruptamente. - Boa noite, Evans.

Ele se levantou da cadeira e saiu tão rapidamente que a pilha de pergaminhos caiu no chão, subindo as escadas como se não tivesse visto. Reorganizei os papéis caídos ao perceber que dessa vez realmente o aborreci.

É o James, pensei, ele vai superar isso... Ou pelo menos, eu esperava que sim, assim eu não me sentiria tão culpada.

No dia seguinte, no café da manhã, o Salão Principal estava cheio de meninas sombrias. As únicas que pareciam satisfeitas consigo mesmas eram Melina, Maria e Alice. Notei que Karen Dollin estava sentada com seu grupo habitual de amigas, portanto quando passei ouvi um trecho de sua conversa.

-... naturalmente, eu lhe disse pra cair fora esta manhã. Ele e sua querida Lily Evans estão dando as peças para os seus amigos, apenas.

Mas a menina de olhos escuros ao lado dela silenciou quando me viu passando.

Eu não me importava muito com o que eu tinha ouvido, estava esperando por isso, mas olhei ao redor e vi James sentado no seu lugar de sempre com Remus, Sirius e Pedro.

Potter esfaqueava melancolicamente um waffle em seu prato. Quando me avistou, murmurou algo sombriamente pra Sirius, empurrou o prato e passou por mim em direção à saída.

Eu não sei por que, mas metade de mim queria ir atrás dele. Eu não imaginava que ele ficaria chateado por Karen ou por eu ter ferido o seu orgulho, na noite anterior.

Alice acenava pra que eu me juntasse a ela, no final da mesa. Deslizei ao seu lado, enquanto ela puxava um pergaminho da mochila.

- Eu consegui começar uma canção! Ouça isso. – Exclamou animada.

"Vamos lá, todos os corações partidos, venham cada um e todos,

Não estão curados dos males que estão além do jardim,

Quando finalmente descobrir,

Seu fardo terá se tornado demais pra suportar!

Encontre o seu caminho para a fonte de destrói a sua ruína

Agora, cada infeliz sairá para a luta

Pela chance de banhar-se com o fim do infortúnio"

Ela sorriu para mim, sem um pingo de vergonha pela atenção que chamou.

- Foi perfeita, Alice! Espere até que eu mostre a James, vai iluminar o seu dia!

- Qual é o problema com o dia de James? - Perguntou ela, embaralhando as partituras de volta em seu caderno.

- Drama, isso é tudo que posso dizer. Um monte de drama.

- O mundo inteiro é um palco - Disse ela teatralmente. – E os homens e as mulheres são meros atores.

- O que é isso?

- Shakespeare, querida - Ela sorriu. Com isso, terminamos os nossos almoços.

Apesar do mau humor de James naquela manhã, ele estava esperando pacientemente na sala comunal quando as aulas do dia começaram.

- Boa tarde, Evans. Vamos começar a trabalhar? Onde está Alice?

- Ela está trabalhando em algumas músicas lá no dormitório, então vem mais tarde. Aguarde até ouvir o que ela tem até agora. É excelente!

- Ótimo. O que você gostaria de fazer primeiro?

Ele parecia muito educado e quieto. Apesar do fato de que eu não gosto muito de Potter, trabalhar com um James deprimido é... bem, deprimente.

- Você está bem? - Eu perguntei.

- É claro.

- Você está... tem certeza?

- Sim.

Houve um longo momento de silêncio, e então:

- Você tem certeza...

- Estou perfeitamente bem, Evans, então vamos começar a trabalhar, né?

Fui tomada de surpresa, mas deixei pra lá. Se ele quisesse me contar, teria me contado.

- Ok, bem, aqui está uma cópia do roteiro. Eu estava pensando que poderíamos revisar isso antes de entregar, sabe, dar alguns ajustes. - Entreguei-lhe uma pilha de papéis juntos magicamente junto com uma pena. E passamos a corrigir.

Apenas o barulho das penas rabiscando o papel criava um silêncio tenso entre nós.

- James, eu sinto muito sobre a coisa com Karen.

Ele olhou para mim com surpresa.

- Sério - Eu disse. - Eu nunca deveria ter sugerido que ela só queria sair com você para obter um papel na peça.

- Você estava certa sobre isso, de qualquer jeito. - Ele disse voltando-se para o seu papel e riscando algumas linhas tão forte que rasgou o pergaminho.

Coloquei minha mão sobre a dele para parar os seus furiosos rabiscos. Ele congelou e olhou para sua mão por um longo minuto antes de deslizar seu olhar para mim com curiosidade.

Sorri suave.

- Você é um cara legal. Não merece isso.

Ele analisou meu rosto por um momento, antes da sua expressão se quebrar em um sorriso.

- Bem, é bom saber que você acha que eu sou um "cara legal". Isso deve ser a coisa mais próxima que eu já cheguei de um elogio seu, Evans.

- Nhah – Respondi fraca e indiferentemente. Tirei a minha mão de cima da dele. Ele não estaria dizendo isso se ouvisse os comentários traidores do meu subconsciente sobre os seus bíceps. – Não se acostume com isso, Potter.

.

.

.


N/T: Aaaawn! Que fofinho, vocês querem me matar! *-* Hahahahaha' aí você pensa: "Ela só pode ser louca". Sim, eu sou. Hahahaha'

Mas, gente, a culpa não é minhaaaaa! A culpa é da autora que não quis escrever mais nesse capítulo! Até eu quase cry a river quando vi isso. Hahahaha' ok, deixemos pra lá.

Nossa, quem mais aqui ficou chocado? A Lily soltando assim fácil pro James que ele é um "cara legal"? Segundo a minha avó essas coisas tem um nome... Hahahahaha'

Hoje eu tenho uma novidade pra vocês. Mas antes... Reviews!


.

.

Mari and Gabi E.P.B.W.: Nháaaawn, eu também achei super fofo! *-* Hahahaha' o Sirius vai, sim! Eu adoro aquele peste. Mas por hoje você vai querer me matar, já que ele foi apenas coadjuvante. Hahahah' Enfim, eu agradeço muito pelas suas reviews, elas são realmente importantes. Eu fico muito feliz por ver que você está gostando. ^^

Mrs. Granger Potter: O James realmente é muuuuito fofo! Quem não queria um? (suspiro) Hahahaha' Brigada! Eu vou! ^-^

.

.


E é isso aí! Ah, espera! Ainda tem uma notícia, né?! Eu vou fazer mais uma tradução! Wooo hooooo! Hahahahaha' O que acham? A fic é legal, vocês vão surtar com o que o James apronta... Mas por enquanto... It's a mystery.

Hahahahaha'

Bjão e deixem reviews!

-Lady Mary Potter